- Publicidade -
- Publicidade -
23.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Deputada catarinense posta foto com arma e referência a Lula

A deputada federal Júlia Zanatta (PL-SC) postou em suas redes sociais foto na qual aparece armada com uma metralhadora e vestindo uma camiseta com o desenho de uma mão com quatro dedos alvejada por três tiros, além de imagens de armas e os dizeres “come and take it” (“venha pegar”), em alusão ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à política desarmamentista do novo governo.

Na postagem, ela ainda afirma não poder “baixar a guarda” e diz que é preciso “lutar pra garantir o que já está na lei”.

A postagem da deputada foi feita na tarde de sexta-feira, 17, e gerou diferentes reações. Enquanto alguns internautas apoiaram a manifestação e chegaram a elogiar a camiseta, outros a acusaram de ameaçar o presidente da República e de realizar discurso de ódio.

- Publicidade -

Na noite de sábado, 18, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, respondeu. Em sua rede social, a petista disse que a postagem revela um “comportamento nazista da deputada de SC, de apologia à violência contra Lula”. Ela diz ainda que a sociedade brasileira e suas instituições é que não podem baixar a guarda “com quem insiste incitar a violência e semear o ódio”. Segundo ela, o partido está estudando medidas contra o ato.

A deputada catarinense respondeu a postagem de Gleisi questionando suas afirmações e acusando-a de censura e quebra de decoro. “A senhora está chamando uma colega deputada de nazista? Vamos ver quem vai para o Conselho de Ética agora”, disse.

Deputada armamentista

Júlia Zanatta foi a sexta deputada federal mais votada de Santa Catarina e elegeu-se principalmente a partir da pauta armamentista Ela é amiga do também deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP).

Na noite de sábado, ela ainda postou vídeos visitando clubes de tiro em Santa Catarina, vestindo a mesma camiseta que faz alusão à violência contra o presidente Lula. Nas publicações, afirmou que os clubes “são locais que recebem famílias” e disse que segue “firme” contra a política desarmamentista. Como mostrado pelo Estadão, a deputada está entre os parlamentares aliados de Bolsonaro que fazem investida no Congresso contra ‘revogaço’ antiarmas do governo Lula.

(Por Rubens Anater/AE)

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -