- Publicidade -
- Publicidade -
17.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Giro policial – confira as ocorrências do fim de semana em Balneário Camboriú

Foragido por violência doméstica

Na tarde de domingo (13), em operação realizada no Bairro da Barra, em Balneário Camboriú, um homem de 49 anos, foragido da Justiça, foi abordado e preso pela Polícia Militar. Ele estava sendo procurado por uma sequência de crimes de violência doméstica contra mulher.

Ladrão de igreja

- Publicidade -
Divulgação/GMBC

Na madrugada de domingo (13), um homem foi preso após invadir uma igreja, na Rua 990, no Centro de Balneário Camboriú. No local, ele foi encontrado por guardas municipais. O suspeito estava em uma bicicleta, carregando uma pia lavadora de louça e, ao perceber a presença dos guardas, ele a jogou no chão, vindo a quebrá-la. Em busca pessoal, foram encontradas duas torneiras de metal, tendo o abordado admitido que havia acabado de furtar os objetos da igreja. O ladrão foi preso.

Traficante, cadeirante e foragido

Divulgação/GMBC

Um homem de 44 anos, cadeirante, foi preso no último sábado (12), em Balneário Camboriú. Ele estava em situação de rua e era foragido da Justiça.

Segundo a Guarda Municipal, o homem foi abordado durante uma operação realizada com o Resgate Social – equipe da Inclusão Social especializada na abordagem de pessoas em situação de rua.

O homem foi abordado na Av. Marginal Leste. Ele possuía contra si um mandado de prisão ativo, pelo crime de tráfico de drogas. O foragido foi detido e conduzido ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, que fica no Bairro Canhanduba, em Itajaí.

Maços de cigarro na rodoviária

Divulgação/GMBC

Um homem de 60 anos foi flagrado, na tarde de sábado (12), com 290 maços de cigarro da marca Gudan, na rodoviária de Balneário Camboriú. Ele estava chegando de Foz do Iguaçu (PR). Com ele ainda foram encontrados alguns brinquedos. Questionado para quem entregaria os cigarros, o homem não informou, só disse que ganharia R$ 250,00 para fazer o transporte. Logo, foi feito contato com a  Polícia Federal, que orientou a Guarda Municipal a fazer a apreensão dos produtos e encaminhá-los ao depósito da Receita Federal. Diante das orientações, foi feito o auto de apreensão dos produtos e o homem foi liberado.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -