- Publicidade -
- Publicidade -
27.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Homem matou a companheira e feriu gravemente o enteado em Balneário Camboriú

Flávia de Paulo Carvalho, de 46 anos, foi assassinada com uma facada no peito pelo companheiro Dirceu Domingues, de 49 anos, na noite deste sábado, na rua  Fermino Taveira Cruz, no bairro da Barra. O filho de Flávia ficou gravemente ferido e está internado no Hospital Municipal Ruth Cardoso.

Este é o primeiro feminicídio de 2024 em Balneário Camboriú e a motivação foi ciúmes.

Quando os policiais militares chegaram para atender a ocorrência, encontraram muito sangue no chão da cozinha. Dirceu, que estava trancado no quarto, obedeceu a ordem da polícia e se entregou.

- Publicidade -

Ele confessou aos policiais que matou a mulher porque flagrou conversas dela com outro homem, no WhatsApp. Ele alega que agrediu o filho da mulher, porque ele ‘se meteu no meio’.

Flávia chegou a ser encaminhada ao Pronto Atendimento da Barra, mas não resistiu ao ferimento. 

A PM evitou que Dirceu fosse linchado por pessoas que se aglomeraram em frente ao local do crime.

A faca foi localizada dentro de uma mochila, ainda suja de sangue.

A vítima já havia sido agredida em pelo menos uma outra ocasião

Flávia e Dirceu moravam até 2023 na zona rural de Pinhão, no Paraná, onde há um registro de medida protetiva solicitada por ela contra ele. 

O jornal teve acesso ao boletim de ocorrência, datado de abril/2023, onde Flávia denunciou que o companheiro havia lhe ameaçado com um facão e a agredido na cabeça com um pedaço de pau, após discussão motivada por ‘questões familiares’

- Publicidade -

Em Balneário Camboriú não houve, até antes do crime, registro de ocorrência ou solicitação de medida protetiva envolvendo o homem e a vítima.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -