- Publicidade -
15 C
Balneário Camboriú

Jovens acusam guardas municipais de racismo e agressão, veja os filmes

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Jovens que estavam neste sábado, 4, na Casa do Rap, na Barra, alegam que foram agredidos por guardas municipais.  O comando alega que os guardas relataram desobediência e desacato.

Os jovens alegam também que o único negro entre eles foi alvo de tiros com bala de borracha e que a Guarda Municipal age de forma truculenta apenas na periferia e contra pessoas mais humildes.

- Publicidade -

A chefia da Guarda alega que o horário de funcionamento foi extrapolado. Os jovens dizem que não é verdade e que estavam na calçada aguardando um Uber.

Os filmes mostram jovens desarmados sendo alvejados por tiros de balas de borracha e um guarda agredindo uma mulher, aparentemente com um tapa no rosto.

Segundo a chefia, a Corregedoria da Guarda abrirá investigação.

- Publicidade -



- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -