- Publicidade -
- Publicidade -
20.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Achutti nega que sairá da Educação: “Não compactuo com conspiração”

O secretário de Educação de Balneário Camboriú, Marcelo Achutti, nega que pediu exoneração do cargo que ocupa, contrariando os boatos que andam circulando nos bastidores da política da cidade. Há algum tempo fala-se que ele deixará o cargo e voltará para a Câmara de Vereadores. 

Nesta segunda-feira (2) uma fonte fidedigna informou ao jornal que Achutti pediu exoneração, mas ele negou.

Questionado pelo jornal, Achutti disse que no momento da entrevista (pouco antes das 17h desta segunda-feira) estava na Secretaria trabalhando.

- Publicidade -

 “Continuo como secretário. Quando eu deixar de ser secretário, vou informar. Não pedi exoneração. Eu sou pré-candidato a prefeito, mas tenho que me descompatibilizar somente em abril. Porém, se eu tomar uma decisão antes, eu vou informar. Não estou pensando em voltar para a Câmara agora, mas se tiver que antecipar a volta, vai ser algo harmonioso. O prefeito me dá todas as condições para trabalhar, desde orçamento como também estrutura”, afirmou.

O secretário afirmou que tem conversado com o prefeito Fabrício Oliveira somente sobre entrega de obras e ainda não sobre exoneração. 

“O meu maior foco hoje é o estrutural, como as escolas que estão sendo reformadas. Não compactuo com conspiração, faço parte de um projeto e sigo fazendo o meu trabalho. Continuo no cargo, na função a qual fui nomeado. A partir do momento em que eu voltar para a Câmara, eu vou comunicar. Eu não conspiro, eu trabalho”, completou.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -