- Publicidade -
- Publicidade -
18 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Fracassa tentativa de sessão extraordinária para “salvar” o vice-prefeito Carlos Humberto

Fracassou, por falta de quórum, a tentativa do Partido Liberal (PL) de realizar uma sessão extraordinária na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, para analisar pedido do vice-prefeito, Carlos Humberto Metzner Silva, de prorrogação da licença para “afastar-se da cidade e do país, durante o período compreendido entre os dias 07 a 16 de junho do presente ano”.

Se realizada a sessão extraordinária e aprovado o pedido, seria a desmoralização do Legislativo por participar de uma fraude, pois Carlos estava em Balneário Camboriú, participou de uma procissão religiosa no domingo e deveria, na ausência do prefeito Fabrício Oliveira, que se encontra na Europa, assumir a prefeitura sob pena de perda do mandato.

- Publicidade -

Ficaram em plenário apenas 8 vereadores e seriam necessários 10 para realização da extraordinária. A maioria dos aliados ao prefeito Fabricio Oliveira se retirou.

Carlos Humberto não quer assumir porque se o fizer não poderá concorrer a deputado e, aparentemente, não quer renunciar ao cargo de vice-prefeito para manter o salário de R$ 16.558,80 e os empregos na máquina pública onde acomoda vários integrantes do PL.

O Ministério Público abriu investigações sobre o comportamento do vice-prefeito que nas redes sociais faz questão de se auto-caracterizar como “gente de bem”.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: