- Publicidade -
- Publicidade -
17 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Humberto Dalecio assume vaga na Câmara de Balneário, no lugar de David ‘LaBarrica’

O técnico de segurança do trabalho Humberto Dalecio assumirá como vereador suplente na sessão desta terça-feira (15), pelo Patriota, no lugar de David Fernandes ‘LaBarrica’, que se licencia por motivos pessoais por 30 dias. Ele conversou com o Página 3 e contou quais são seus planos e bandeiras que irá defender no Legislativo neste mês.

Humberto, que fez 470 votos nas eleições de 2020, contou que significa muito estar assumindo pela primeira vez na Câmara. Ele, que é uma liderança comunitária do Bairro Ariribá, afirma que se sente honrado. “Venho do Bairro Ariribá, presidi a Associação de Moradores pelos últimos quatro anos, e vejo que agora estar na Câmara significa me abrir para a cidade toda, e por isso exige cautela e responsabilidade. Vou tentar pôr em prática tudo o que fiz pelo Ariribá e lutar para que as coisas evoluam. Me sinto muito grato por estar assumindo como vereador, mesmo que por apenas 30 dias, mas não vou medir esforços para que as coisas aconteçam”.

- Publicidade -

Humberto é técnico de segurança do trabalho em uma construtora da cidade e como vai estar na Câmara somente por um mês, não se ausentará do serviço. Ele é casado há 22 anos com Alessandra Furlan Rocha Dalecio e é pai de Ana Carolina, de 14 anos. “A política, na minha visão, não é profissão e sim doação. Estou assumindo para devolver para a sociedade, para Balneário Camboriú, o que sempre ofertaram para mim e minha família, a contrapartida agora é eu doar o meu trabalho para essa cidade que amo”, afirma.

Ele pretende defender na Câmara bandeiras sociais e também nas áreas da saúde e esporte. “Essa molecada precisa de espaço para gastar energia, no Ariribá, por exemplo, não tem nenhuma quadra pública e vou tentar buscar algo nesse sentido, para tentar tirar as crianças do celular. Tem também um projeto no cenário social que quero protocolar, voltado para a terceira idade, com fisioterapia em casa, já que muitos idosos não conseguem sair de casa para ir até o Centro de Fisioterapia (Cefir), por exemplo. Vou dar uma lapidada, e tentar emplacar algo nesse sentido”, disse.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -