- Publicidade -
- Publicidade -
27.5 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Possível candidatura de Jair Renan à Câmara de Balneário Camboriú foi notícia nacional

Prefeito Fabrício e deputado Carlos Humberto confirmam e vereador Zanatta considera difícil apoiar alguém só pelo sobrenome e sem vínculo nenhum com a cidade

A possível candidatura a vereador em Balneário Camboriú de Jair Renan Bolsonaro, o filho ‘04’ do ex-presidente Jair Bolsonaro, foi notícia no Blog do Noblat, nesta sexta-feira (16). Jair Renan, que tem 25 anos, tem apoio do prefeito da cidade, Fabrício Oliveira, mesmo sem ter nenhuma relação com Balneário Camboriú, além de aqui residir há poucos meses, frequentar baladas e trabalhar como auxiliar parlamentar pleno no gabinete do senador catarinense Jorge Seif Junior, onde recebe um salário líquido de R$ 7,6 mil.

Vereador em 2024 e deputado em 2026

Noblat divulgou em sua coluna que Jair deve vir como vereador de Balneário em 2024, mas que suas pretensões políticas vão além – ele deve sair candidato a deputado federal em 2026, por Santa Catarina.

O prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, que é presidente do PL na cidade, disse ao Página 3 que não havia lido a publicação de Noblat, mas confirmou que há ‘possibilidade’ de Jair Renan concorrer a vereador em Balneário em 2024. 

“Ele manifestou a possibilidade de ser candidato a vereador em Balneário Camboriú, repetindo: manifestou a possibilidade. Tivemos uma conversa rápida, mas ele manifestou o desejo. Ficamos de ter mais conversas para tratar disso”, disse Fabricio.

- Publicidade -

‘Puxador’ de votos

Fontes informaram ao jornal que as conversas nos corredores da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú dão conta de que Jair Renan já está confirmado como candidato e que é visto como um ‘puxador de votos’ para o PL, que hoje tem três vereadores e espera eleger sete em 2024, com a expectativa de Jair Renan ser o ‘vereador mais votado da história de Balneário Camboriú’.

CH diz que ‘há vontade’ por parte de Jair Renan

O deputado estadual pelo PL, Carlos Humberto Metzner Silva, coordenador do partido na região da Amfri, responsável pela montagem das executivas e eleições de 2024 para 11 cidades e possível candidato à prefeitura de Balneário Camboriú disse que existe uma vontade por parte Jair Renan de ser candidato em SC a vereador. 

“Até onde eu sei, ele estava entre Floripa e Balneário, mas acredito que vem por Balneário. Se acontecer, eu acho muito bom. Não posso apoiar vereador nenhum, não posso dizer em quem vou votar, porque sou liderança estadual, mas vou apoiar todos que vierem pelo PL, e a candidatura dele seria muito importante para o nosso partido”, afirmou.

Vereador do PT opina: “Nunca se posicionou sobre Balneário”

O ‘outro lado’ ouvido por Noblat e que também conversou com o Página 3 foi Eduardo Zanatta, o único vereador do PT por Balneário Camboriú. 

Zanatta reconheceu que Jair Renan tem força, principalmente por ser filho do ex-presidente. Ele diz que é ‘natural’ a candidatura dele ser notícia nacional, mas que acredita que isso ‘deixa uma imagem ruim’ para Balneário Camboriú. 

“Parece que alguém que caiu aqui de paraquedas vai ser aceito sem precisar discutir o compromisso com o futuro de Balneário Camboriú. Eu acredito que os nossos moradores querem ver a cidade avançar, querem políticos que contribuam para o desenvolvimento… eu não acredito que entidades como CDL, Acibalc e Sinduscon apoiariam alguém simplesmente pelo sobrenome, um alguém que não tem o menor vínculo, que nunca se posicionou sobre Balneário Camboriú”, opinou.

O vereador pontuou que a sociedade balneocamboriuense é muito engajada e debate temas como transporte público, turismo, desenvolvimento econômico, saneamento e balneabilidade, por isso acredita que os moradores não vão querer ‘alguém que sobre Balneário só divulga balada’. 

“A população quer educação de qualidade, segurança na rua independente da cor da farda, posto de saúde que tenha bom atendimento, um dia a dia melhor para a cidade e ele não participa de nada disso. Acredito que os nossos moradores vão saber fazer essa reflexão. Porém, acredito que ele vai ter apoio partidário, do PL, na cidade e estado, até para tentar outros cargos no futuro. Ou seja, se ele se eleger, não seria por mérito e sim com apoio partidário e de estrutura, porque lideranças querem ele”, completou.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -