- Publicidade -
11.5 C
Balneário Camboriú

Procuradoria da Mulher da Câmara de Balneário Camboriú pede união de esforços na defesa dos direitos da mulher

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

“Foi um encontro muito positivo”, disse a vereadora Juliana Pavan, à frente da Procuradoria Especial da Mulher do Legislativo, sobre o encontro desta segunda-feira (7), na Câmara Municipal.

Participaram 11 instituições que tratam dos direitos da mulher e combatem à violência e o objetivo da reunião era reforçar esta atuação debatendo e promovendo políticas públicas, assim como discutir novos projetos.

“Esse é o objetivo da Procuradoria Especial da Mulher e um dos principais intuitos da reunião foi apresentá-lo para que demais órgãos da cidade possam contar com o seu suporte nas ações em atenção às mulheres”, disse Juliana.

- Publicidade -

Representantes de cada um dos órgãos convidados explicaram a respeito das ações e atendimentos que realizam. Além disso, foram apresentadas e discutidas futuras ações conjuntas para ampliar o trabalho em prol das mulheres, como encontros mensais para troca de ideias e a realização do seminário “Mulher, tome partido”, que acontecerá no mês de agosto em alusão ao aniversário da Lei Maria da Penha.

“Penso que a violência contra a mulher, vai muito além de uma questão apenas de segurança pública, é também um problema cultural, de comportamento. Vou dar alguns exemplos: Quando uma mulher enfrenta dificuldades para encontrar pediatras nos postos de saúde, ou fazer um exame preventivo e de mama, ela está sofrendo violação de seus direitos. Quando uma mãe não consegue vaga em uma creche para deixar seus filhos e poder trabalhar tranquilamente, também tem seus direitos violados. Por isso a importância de encontros como este, para unirmos força e prestarmos um atendimento mais ágil e resolutivo para estas mulheres que nos procuram”, completa Juliana.

Participaram do encontro os órgãos: OAB por Elas, Casa das Anas, Delegacia da Mulher, Secretaria de Inclusão Social e Programa Abraço à Mulher, Grupo de Proteção à Mulher da Guarda Municipal, Polícia Militar, Rede Feminina de Combate ao Câncer, Associação de Proteção, Acolhimento e Inclusão Social (PAIS), Grupo Entrelaçando a Rede de Atendimento à Violência (GERAV) e Conselho Municipal da Mulher (COMUM).

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,752FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,497SeguidoresSeguir
12,000InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -