- Publicidade -
- Publicidade -
27.5 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Vereador Eduardo Zanatta participa da COP 28, em Dubai


O vereador Eduardo Zanatta, de Balneário Camboriú está em Dubai para participar da 28ª Conferência do Clima das Nações Unidas (COP-28), que inicia na quinta-feira (30) e segue até 12 de dezembro. O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva e o Papa Francisco confirmaram presença.

Zanatta foi convidado pela Plataforma CIPÓ para integrar a comitiva brasileira.,

O encontro reunirá lideranças políticas, pesquisadores e representantes da sociedade civil do Brasil e do mundo para debater as mudanças climáticas.

- Publicidade -

O Brasil tem a maior comitiva já enviada para uma COP – 2,4 mil brasileiros se inscreveram para participar, dos quais cerca de 400 são do Governo Federal, sendo pelo menos 12 ministros, incluindo a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva (que disse que o Brasil vai para a COP para cobrar e não para ser cobrado – o governo brasileiro deverá propor a criação de um fundo de preservação de florestas pago pelos países desenvolvidos aos em desenvolvimento), e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

Zanatta destacou a importância do evento, que reúne autoridades de todo o mundo, e que as cidades devem atuar com um plano de ação climática para proteger a população de enchentes, deslizamentos e calor extremo, por exemplo.

“Nós construímos com entidades, como o Comitê ODS, o projeto de lei BC 2030, para que o governo municipal considere os 17 ODS no planejamento econômico, social e ambiental. É uma agenda política clara, com objetivos e metas, para nortear o desenvolvimento sustentável da cidade. Nós também aprovamos uma emenda à Lei Orgânica do Município que tornou a preocupação com as mudanças do clima como eixo central nas políticas públicas de Balneário Camboriú. É hora de agir e a decisão passa pelos prefeitos, governadores e chefes de Estado presentes aqui na COP”, disse.

Ele indicou a adesão de Balneário Camboriú ao C40, uma rede global de quase 100 prefeitos das principais cidades do mundo que estão unidos em ação para enfrentar a crise climática.
O impacto das mudanças climáticas nas cidades estão cada vez mais visíveis, como comenta Zanatta, que salientou recentes eventos climáticos extremos ocorridos no último mês, em Santa Catarina e no Brasil.

“Foram enchentes aqui no estado, o aumento das temperaturas, com sensação de 55°C no Rio de Janeiro, e estamos vendo o Amazonas enfrentando uma seca severa, com o Rio Negro alcançando o pior marca em 121 anos. As mudanças climáticas são uma realidade e precisamos, enquanto parlamentares, estar empenhados para fazer o enfrentamento e mitigar os impactos”, acrescentou Zanatta, lembrando que a principal mensagem da participação brasileira na COP 28 é “Brasil unido em sua diversidade a caminho do futuro sustentável”.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -