- Publicidade -
- Publicidade -
26 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Vereador Eduardo Zanatta representa Balneário Camboriú no Global Policy Dialogue

O vereador Eduardo Zanatta está participando nesta quinta e sexta-feira (19 e 20) do evento internacional sobre crise ambiental Global Policy Dialogue, no Recife. Ele é o único vereador e também representa Santa Catarina no encontro.

Zanatta contou que foi o único vereador brasileiro a receber o convite do encontro, que é organizado pela Plataforma CIPÓ, Stimson Center, Global Challenges Foundation, Global Governance Innovation Network, Foundation for European Progressive Studies e a Fundação Heinrich Böll. 

“Sou formado em Relações Internacionais e sempre atuei em fóruns internacionais da ONU e com a pandemia muitos eventos foram adiados, e agora acontece o Global Policy Dialogue, com a discussão sobre as mudanças climáticas e como elas afetam a população”, diz.

- Publicidade -

O vereador falou sobre Balneário Camboriú e litoral catarinense, sobre o eixo de políticas públicas quanto às mudanças climáticas, incluindo as enchentes que costumam afetar a região – a exemplo do final de 2022. 

“Percebi que os participantes têm muito interesse também no Plano Diretor de Balneário Camboriú, que é uma cidade referência. O evento reuniu cerca de 50 lideranças do mundo, incluindo a ex-presidente da Irlanda, Mary Robinson, e o presidente do Instituto Fome Zero, José Graziano da Silva, que é também ex-diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO). É muito interessante poder expor o meu trabalho e a realidade de Balneário e aprender com a experiência de outros países e instituições”, acrescenta.

O evento reúne lideranças políticas internacionais, institutos de pesquisa, universidades e organizações da sociedade civil para discutir as mudanças climáticas, a perda de biodiversidade, poluição e contaminação. 

“Nós precisamos fazer um debate sério dos impactos das mudanças climáticas nos municípios, pois é neles que ficam mais evidentes os rastros da contaminação dos rios e das emissões de resíduos do setor de transportes e energia, além do desmatamento. É a primeira vez que esse importante fórum acontecerá no sul global, nesse caso o Brasil (os últimos encontros foram em Washington, DC (EUA), Genebra (Suíça), Seul (Coréia do Sul) e Doha (Catar)), e estou podendo contribuir com a discussão do projeto de Lei que inclui as mudanças climáticas na Lei Orgânica de Balneário Camboriú. Está sendo um momento muito importante para aprender e discutir com lideranças de todo o mundo como podemos avançar com um desenvolvimento pautado no respeito ao meio ambiente”, completa.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -