- Publicidade -
- Publicidade -
16.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Vereadora Juliana conquista mais recursos em emenda parlamentar para a AMA Litoral

Com a terceira emenda conquistada pela parlamentar, a entidade receberá ao todo mais de meio milhão de recursos estaduais

A vereadora Juliana Pavan (PSD) anunciou nesta semana a conquista de mais R$ 140 mil em verbas, totalizando R$ 540 mil destinados à Associação de Pais e Amigos do Autista de Balneário Camboriú (AMA Litoral). 

Esta nova verba, através de emenda do deputado estadual Napoleão Bernardes (PSD) representa um passo significativo no apoio às famílias que convivem com o Transtorno do Espectro Autista (TEA) em Balneário Camboriú.

O valor total das verbas inclui R$ 400 mil, resultado de solicitação anterior junto aos deputados estaduais Napoleão Bernardes (PSD) e Júlio Garcia (PSD), que atenderam aos pedidos e se comprometeram com a causa autista. 

- Publicidade -

Cada parlamentar destinou R$ 200 mil por meio de emenda impositiva garantida ainda para este ano. Agora, serão mais R$ 140 mil para o ano que vem, destinados à reforma do imóvel que abrigará o novo centro de diagnóstico da AMA Litoral.

O imóvel, localizado na avenida Alvin Bauer, estava abandonado até ser cedido para a AMA pelo governo do estado. A associação já tem o projeto pronto e aguardava recursos para ter a obra iniciada.

“Estou comprometida em apoiar e fortalecer o trabalho em prol das famílias que recebem o diagnóstico Transtorno do Espectro Autista, porque acredito no poder da inclusão e na importância de proporcionar oportunidades a todos”, comemorou Juliana Pavan.

Atualmente, Balneário Camboriú possui cerca de 400 crianças diagnosticadas com TEA, mas o número pode ser bem maior. O novo centro de diagnóstico oferecerá avaliação e estimulação precoce, essenciais para o tratamento especializado dessas crianças e adolescentes.

Segundo a presidente da AMA, Cátia Franzoi, na futura Casa Verde, para onde irão os recursos, será feita a avaliação e, caso seja confirmado o TEA, a criança entrará na fila de espera para receber a estimulação precoce, essencial para a vida do paciente. 

“Esse centro é um sonho nosso realizado através do empenho dos deputados Júlio e Napoleão e principalmente da articulação da vereadora Juliana Pavan, sempre comprometida com a AMA Litoral. Fiquei muito emocionada com a notícia”, disse Cátia.

Com a garantia dos recursos, a previsão do início das obras da futura Casa Verde da AMA Litoral fica confirmada para o ano de 2025.

Texto: Márcia Paranhos


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -