- Publicidade -
- Publicidade -
10.4 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Vereadora Juliana quer que prefeitura estude a contratação de segurança privada nos prédios públicos

Com o objetivo de reforçar os serviços de vigilância já prestados pela Guarda Municipal nos prédios públicos de Balneário Camboriú, a vereadora Juliana Pavan, fez uma indicação para a administração municipal para que sejam realizados estudos de implantação e contratação de serviços de segurança privada nos prédios públicos da cidade.

A vereadora baseou o pedido nas inúmeras ocorrências que vêm sendo registradas de roubos, furtos de equipamentos, alimentos, e da destruição de patrimônio público. 

- Publicidade -

Ela cita também como justificativa, as notícias veiculadas na imprensa que demonstram um aumento dos índices de criminalidade e vandalismo em prédios públicos na cidade. 

“Não se observa uma solução imediata para essa situação que vem sendo exaustivamente trazida pela comunidade ao nosso gabinete. Em várias escolas e unidades de saúde que visitei pude constatar que apesar de a Guarda Municipal patrulhar os locais, a vigilância não tem surtido efeito, já que continuam aumentando as ocorrências como roubo de fios, equipamentos, alimentos, além da destruição de patrimônio público”, disse.

Em 2021, Juliana já havia protocolado um pedido para que o município realizasse a contratação de empresa de segurança patrimonial para atuar nas escolas da cidade e para a instalação de um sistema capaz de acionar os dispositivos de emergência, estabelecendo uma comunicação rápida e direta das escolas com a Central de Operações da Guarda Municipal, a exemplo do “botão do pânico” contra a violência doméstica, e também a instalação de câmeras de monitoramento. 

Em resposta ao pedido, a prefeitura informou, na ocasião, que realizaria um processo de licitação para compra e instalação de câmeras de monitoramento. 

A parlamentar revela ainda que apesar da aquisição das câmeras para escolas, têm recebido em seu gabinete, reclamações e pedidos de providências dando conta de novos crimes relacionados a colégios e outros prédios públicos.

“Apesar de o município ter atendido, em parte, a minha solicitação de providências, é preciso fazer mais para impedir o vandalismo. Investir em segurança é sinônimo de proteção às pessoas e aos prédios públicos onde estão instalados os mais diversos serviços oferecidos aos cidadãos, além de equipamentos instalados nestes locais que foram adquiridos com recursos dos contribuintes”, completa a vereadora.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: