- Publicidade -
- Publicidade -
23.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Retrospectiva – Educação: novidades em 2022 e grandes desafios, como eleições nas escolas, em 2023

Em 2022, a Secretaria de Educação de Balneário Camboriú apresentou diversas novidades, como um projeto voltado para a inteligência emocional e outro para buscar alunos que deixaram de estudar (a evasão escolar é uma preocupação desde a pandemia de Covid-19). 

A Educação de Balneário foi premiada e apresentou um prêmio próprio, que teve a sua primeira edição neste ano, o Prêmio Profissional Transformador. 

Para 2023, devem acontecer reformas em unidades escolares, além da formação dos mais de 200 profissionais concursados e a principal novidade: a eleição da diretoria nas escolas e creches da rede. 

- Publicidade -

A secretária de Educação, Marilene Cardoso, abordou todos esses temas. Acompanhe abaixo.

Projeto de inteligência emocional foi um dos destaques

Marilene Cardoso (Foto Divulgação/PMBC)

A secretária de Educação disse que o destaque de 2022 foi o projeto ‘Incrivelmente Eu’, voltado para a inteligência emocional, onde atenderam alunas, professores e familiares. 

O projeto iniciou nos núcleos de educação infantil e deu tão certo que em 2023 será ampliado para as escolas (94,3% dos professores avaliaram o programa como ‘muito importante’, bem como 91,7% dos gestores e 96,9% das famílias). 

“Tivemos um impacto de desenvolvimento e fortalecimento da saúde emocional, gestão de emoções e qualidade de vida. O programa impactou realmente e as famílias pediram para aumentarmos os encontros (foi um encontro por unidade escolar, e em 2023 deve aumentar para no mínimo quatro”, disse.

O Incrivelmente Eu nos primeiros e segundos anos aconteceu com apoio de material didático e os encontros eram ministrados por professores e técnicos da rede, além de um conselheiro tutelar, que atuaram de forma voluntária. 

Busca Ativa BC também

Outro projeto destacado por Marilene foi o Busca Ativa BC, projeto instituído para monitorar e garantir a frequência do aluno na escola. 

Para isso, foi criado um comitê, que acompanha via formulário se tem aluno que está faltando. 

- Publicidade -

“Se a escola não conseguiu resolver, preenchem esse formulário e o comitê articula para possibilitar o retorno do aluno. Teve um aluno atendido que perdeu o pai e por isso não estava estudando, o atendemos e mostramos a importância de voltar a estudar. Dentro desse aspecto, estamos ajustando e reformulando a frequência escolar, pois hoje a resolução diz que se não tiver 75% de frequência reprova, mas há esses casos excepcionais. Vamos enviar ao Conselho Municipal de Educação”, comentou.

Divulgação/PMBC

Mais novidades

Balneário também implementou o Cozinha Experimental, onde através de agentes de alimentação e alunos testaram ao longo de 2022 receitas novas para 2023, para ter uma maior aceitabilidade entre os estudantes.

Divulgação/PMBC

Em 2022, a Educação também articulou com vários setores a Cultura Oceânica, implantando um comitê, realizando um fórum, e criando o Plano Municipal pela Cultura Oceânica. O Núcleo de Educação Infantil Ariribá foi inclusive certificado como Escola Selo Azul, que reconhece as práticas voltadas para o tema.

Ainda foi ampliado o apoio pedagógico no contraturno escolar, que antes era focado somente nos 1ºs e 2ºs anos. 

“Pela primeira vez, em 2022 conseguimos zerar a fila de espera por vaga entre crianças e zero a três anos. Esperamos que isso aconteça novamente”, pontuou.

A Educação também valorizou seus profissionais com o Prêmio Profissional Transformador, entregue em novembro, premiando projetos e incentivando os profissionais a inovarem na rede municipal. 

“Fomos premiados com o programa Robô Programável Educacional (Rope) e Espaço Maker, no 5º Congresso Catarinense de Cidades Digitais e Inteligentes, além de termos uma professora como finalista no prêmio Educador Nota 10, o projeto Conta Pra Mim foi finalista do Prêmio Baobá, que é o ‘Oscar’ da contação de história, entre outros prêmios e selos que recebemos”, informou.

Desafios para 2023

Marilene destacou o resultado do concurso público, focando no quadro do magistério. 

“Temos certeza que com essa situação dos funcionários efetivos poderemos trazer a questão da formação continuada, para sempre buscar oferecer o ensino com melhor qualidade possível. O primeiro desafio de 2023 será formar esses 241 novos profissionais concursados”, disse.

Reformas

Também em 2023 a Educação irá reformar as escolas Ivo Silveira, Antônio Lúcio, Alfredo Domingos e também fazer uma nova quadra no Giovânia de Almeida. 

“Serão grandes reformas, no total de R$ 16 milhões de investimento. Os projetos estão prontos, a AMFRI que fez conosco. O desafio é acompanhar e executar. Também terceirizamos a empresa responsável pelas manutenções das unidades, que já inicia em janeiro”, contou.

Divulgação/PMBC

Eleições e Escola do Amanhã

Outro desafio a ser enfrentado no próximo ano é o processo da gestão democrática – as eleições nas escolas da rede municipal. 

“Estamos com uma comissão que se reúne desde 2021, vamos encaminhar a minuta de lei para a Câmara. Haverá todo o processo de eleição, apresentação de plano de gestão, e a escolha pela comunidade escolar. Estamos também com o projeto da Escola do Amanhã, trabalhando junto com a Secretaria de Articulação e BC Investimento, trabalhando via PPP (Parceria Público Privada) e deve vir novidades em 2023. 2022 foi desafiador, mas estamos entregando bons resultados”, completou.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -