Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Os primeiros vacinados contra a Covid-19 em Balneário e Camboriú

Terça, 19/1/2021 16:49.
Patrícia Junges Casagrande, a primeira vacinada em Balneário (Foto Divulgação/PMBC)

Publicidade

Balneário Camboriú e Camboriú iniciaram a vacinação contra a Covid-19, pelos profissionais da saúde, no final da manhã desta terça-feira (19), logo depois que as doses chegaram. Balneário recebeu 1.460 vacinas e Camboriú 520.

Balneário Camboriú

Em Balneário Camboriú há cerca de 3.054 profissionais de saúde, no entanto, as vacinas enviadas somam 1.460, somente a primeira dose. O Estado teria retido a segunda dose.

Os três primeiros profissionais vacinados foram a técnica de enfermagem Patrícia Junges Casagrande [a primeira vacinada], o médico e coordenador da UTI e Clínica Médica de Covid-19 e coordenador do Centro Municipal de Combate ao Covid, Pedro Salomão Dias, e a serviços gerais Darlene Justino Marques Rosário. Todos eles atuam na UTI do Centro Municipal de Atendimento e Tratamento da Covid-19 de Balneário.

A secretária de Saúde de Balneário Camboriú, Leila Crócomo, que é enfermeira foi quem vacinou os três profissionais. Ela salientou que desejavam poder vacinar a todos neste momento, que ela definiu como ‘histórico’ e que esperavam com ansiedade.

“Eu mesma não acreditava que essa vacina chegaria tão cedo aqui em Balneário Camboriú, mas chegou, é realidade. Vamos vacinar aos poucos, e essa categoria [os trabalhadores da área da saúde, com destaque para os que atuam diretamente no combate ao Covid] é a prioridade. A vacina é a esperança de poder eliminar o vírus e termos uma vida nesse ‘novo normal’”, disse.

O prefeito Fabrício Oliveira presente ao ato, citou a importância do momento e reconheceu o trabalho dos governos Federal e Estadual que enviaram as vacinas.

“Essa discussão tomou uma proporção política que não diminui a importância desse momento, não diminui o esforço de tantos profissionais da saúde, não diminui o esforço de pessoas que perderam seus familiares e negócios que foram fechados e trabalhadores que foram infelizmente impedidos de trabalhar, mas nesse momento nós começamos a visualizar um novo futuro. Ainda não está resolvido, temos que manter os cuidados com a máscara, com o distanciamento, mas começamos com um novo futuro”, opinou, citando que a cidade está ‘cada vez mais forte’ e caminhando ‘para um futuro seguro’.

Prioridade da imunização

  • Profissionais que atuam nas UTIs Covid dos três hospitais (Centro Municipal do Covid, Unimed e Hospital do Coração)
  • Profissionais que atuam nas emergências Covid-19
  • Profissionais que atuam nos centros clínicos de atendimento Covid dos três hospitais
  • Profissionais do Samu
  • Trabalhadores das instituições de longa permanência, como asilos
  • Equipes que atuam diretamente na vacinação

“Como são pouquíssimas doses, temos que priorizar quem atende diretamente os doentes de Covid, para evitar o que acontece hoje, que é o afastamento dos nossos profissionais de saúde que se infectam”, informa a Comunicação da prefeitura.

Camboriú

Em Camboriú, a primeira vacinada foi a técnica de enfermagem Maria Boza, 59 anos, que é funcionária há 21 anos do hospital da cidade – por onde começará a vacinação, com os profissionais que lá atuam, partindo então para as unidades básicas de saúde e depois para os asilos, segundo informações da Secretaria de Saúde.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Patrícia Junges Casagrande, a primeira vacinada em Balneário (Foto Divulgação/PMBC)
Patrícia Junges Casagrande, a primeira vacinada em Balneário (Foto Divulgação/PMBC)

Os primeiros vacinados contra a Covid-19 em Balneário e Camboriú

Terça, 19/1/2021 16:49.

Balneário Camboriú e Camboriú iniciaram a vacinação contra a Covid-19, pelos profissionais da saúde, no final da manhã desta terça-feira (19), logo depois que as doses chegaram. Balneário recebeu 1.460 vacinas e Camboriú 520.

Balneário Camboriú

Em Balneário Camboriú há cerca de 3.054 profissionais de saúde, no entanto, as vacinas enviadas somam 1.460, somente a primeira dose. O Estado teria retido a segunda dose.

Os três primeiros profissionais vacinados foram a técnica de enfermagem Patrícia Junges Casagrande [a primeira vacinada], o médico e coordenador da UTI e Clínica Médica de Covid-19 e coordenador do Centro Municipal de Combate ao Covid, Pedro Salomão Dias, e a serviços gerais Darlene Justino Marques Rosário. Todos eles atuam na UTI do Centro Municipal de Atendimento e Tratamento da Covid-19 de Balneário.

A secretária de Saúde de Balneário Camboriú, Leila Crócomo, que é enfermeira foi quem vacinou os três profissionais. Ela salientou que desejavam poder vacinar a todos neste momento, que ela definiu como ‘histórico’ e que esperavam com ansiedade.

“Eu mesma não acreditava que essa vacina chegaria tão cedo aqui em Balneário Camboriú, mas chegou, é realidade. Vamos vacinar aos poucos, e essa categoria [os trabalhadores da área da saúde, com destaque para os que atuam diretamente no combate ao Covid] é a prioridade. A vacina é a esperança de poder eliminar o vírus e termos uma vida nesse ‘novo normal’”, disse.

O prefeito Fabrício Oliveira presente ao ato, citou a importância do momento e reconheceu o trabalho dos governos Federal e Estadual que enviaram as vacinas.

“Essa discussão tomou uma proporção política que não diminui a importância desse momento, não diminui o esforço de tantos profissionais da saúde, não diminui o esforço de pessoas que perderam seus familiares e negócios que foram fechados e trabalhadores que foram infelizmente impedidos de trabalhar, mas nesse momento nós começamos a visualizar um novo futuro. Ainda não está resolvido, temos que manter os cuidados com a máscara, com o distanciamento, mas começamos com um novo futuro”, opinou, citando que a cidade está ‘cada vez mais forte’ e caminhando ‘para um futuro seguro’.

Prioridade da imunização

  • Profissionais que atuam nas UTIs Covid dos três hospitais (Centro Municipal do Covid, Unimed e Hospital do Coração)
  • Profissionais que atuam nas emergências Covid-19
  • Profissionais que atuam nos centros clínicos de atendimento Covid dos três hospitais
  • Profissionais do Samu
  • Trabalhadores das instituições de longa permanência, como asilos
  • Equipes que atuam diretamente na vacinação

“Como são pouquíssimas doses, temos que priorizar quem atende diretamente os doentes de Covid, para evitar o que acontece hoje, que é o afastamento dos nossos profissionais de saúde que se infectam”, informa a Comunicação da prefeitura.

Camboriú

Em Camboriú, a primeira vacinada foi a técnica de enfermagem Maria Boza, 59 anos, que é funcionária há 21 anos do hospital da cidade – por onde começará a vacinação, com os profissionais que lá atuam, partindo então para as unidades básicas de saúde e depois para os asilos, segundo informações da Secretaria de Saúde.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade