- Publicidade -
- Publicidade -
27.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

‘Ataque’ à dengue começa a surtir efeito em Balneário Camboriú, mas a população precisa ajudar 

Cenário da doença foi apresentado na Câmara Municipal nesta quarta-feira

Balneário Camboriú registrou nesta quarta-feira (17), 2639 casos de dengue, dos quais, 2236 autóctones (contraídos dentro do municipio), outros 150 indeterminados, sete importados, 246 positivos em investigação e um paciente com Chikungunya (importado). 

Os registros semanais da Vigilância Ambiental começam a mostrar uma leve queda nos casos, mas o combate precisa seguir forte para que os números continuem descendo.

David detalhou tudo o que o município está fazendo e reforçou: ‘ajuda da população é essencial’ (Foto Márcio Gonçalves)

Este cenário foi apresentado pelo secretário de Saúde de Balneário Camboriú, Omar Tomalih e pelo supervisor de campo da vigilância ambiental de Balneário Camboriú, David Jesus Cruz, na sessão legislativa desta quarta-feira (17), para que os vereadores tomassem conhecimento da realidade.

- Publicidade -

O secretário disse que houve um aumento significativo em relação a anos anteriores e todo o trabalho de combate foi baseado em um mapeamento da cidade, que identificou os pontos mais críticos,  a região da área central e o Bairro das Nações.

O supervisor de campo da Vigilância Ambiental de Balneário Camboriú, David Jesus Cruz, disse que, coincidentemente ou não, a maioria dos pacientes encontrava-se próximo às obras. 

“Por isso fizemos uma parceria com a fiscalização de Posturas para intensificar a vistoria nas obras. Os agentes com os 15 fiscais de posturas estão todos os dias na rua verificando casa por casa e tomando todos os atos administrativos. O primeiro paliativo é o agente mesmo que toma, usando o tratamento com larvicida. Eles retornam até eliminar por completo aquele foco”, explicou David.

Eliminação mecânica

David falou aos vereadores sobre todos os procedimentos que a equipe realiza no combate. Além dos fiscais de postura, também acontecem mutirões aos sábados de manhã, período em que os agentes encontram os moradores em suas casas.

“Esses mutirões tem eficácia positiva. Temos parceria com a Secretaria de Obras, para fazer descarte de depósitos que os agentes  encontram, é um trabalho de eliminação mecânica dos depósitos encontrados, lembrando que essa eliminação mecânica é muito mais eficaz que o fumacê”, continua David.

Fumacê

O supervisor disse que muitas pessoas ligam pedindo que apliquem o fumacê, mas que existem regras estabelecidas pelo Ministério da Saúde.

“A aplicação do inseticida só é autorizada em casos positivos confirmados e dentro do período de 15 dias a partir da data dos primeiros sintomas. Se a notificação chegar após esses 15 dias, somos impedidos de fazer o fumacê, que é uma aplicação perifocal de inseticida, o veneno que utilizamos é fornecido pelo governo federal, é de contato direto, é apenas um complemento da vistoria que fazemos”, detalhou. 

- Publicidade -

O fumacê é aplicado nos horários  de madrugada ou de noite quando a fêmea sai, porque o inseticida age somente contra o mosquito adulto e não contra larvas. 

“Não adianta nada fazer as aplicações se ficaram criadouros e larvas para traz”, acrescentou. Além disso, o município não pode a ‘bel prazer’ ficar passando esse veneno, porque o impacto ambiental é negativo e existe uma norma seguida pelo Ministério da Saúde”.

Parcerias

Além da parceria com a fiscalização de posturas e dos mutirões, houve investimento na estrutura do setor com aquisição de veículos, porque é um trabalho de campo, há deslocamentos; através de concurso público aumentou o efetivo, hoje são 50 agentes de campo, fora o administrativo; sábado (13) foi realizado o Dia D, do qual participaram entidades governamentais e não governamentais.

“Também estou realizando palestras com entidades governamentais, não governamentais. Na semana passada fiz com todas as equipes da empresa Ambiental. Esta semana estou fazendo nas obras da FG Construtora e vamos agendar com outras para passar orientações direcionadas à obras. Se alguma entidade quiser agendar palestras é só entrar em contato”, afirmou David.    

Ajuda é essencial

Todas as estratégicas terão maior resultado se a população fizer a sua parte.

“Neste momento precisamos muito dessa ajuda, porque estamos fazendo o possível e o impossível para tentar resolver, mas precisamos que a população colabore, que aceite a visita dos agentes em suas casas, que acate as orientações, que a população tente resolver, muitas coisas são simples, mas infelizmente percebemos ainda uma certa resistência. A ajuda mais eficaz é a eliminação mecânica dos depósitos, tudo que possa acumular água e os que não podem ser eliminados precisam de tratamento adequado com cloro, água sanitária ou entrar em conosco que nós tratamos com larvicida”, reforçou Davi, dizendo que em duas, três semanas, todo esse trabalho de combate terá uma resposta melhor do que tem hoje.

Sessão legislativa

O PLO 14/2023, do vereador Alessandro Teco (Republicanos) e subscrito por oito parlamentares, foi aprovado em votação única, por unanimidade dos vereadores presentes, e seguirá para sanção do Executivo Municipal. 

O projeto denomina de Praça Rubens de Oliveira – “Bibi”, o logradouro público localizado na Rua 3122, esquina com a Rua 3208.

O PLO 128/2022, dos vereadores João Koeddermann e Nilson Probst (ambos do MDB), e subscrito por 11 parlamentares, que denomina de “João Oliani Filho” a praça pública localizada na Rua 3700 foi apresentado em primeira discussão.

Leia o relatório de votações clicando aqui, e a relação das proposições aprovadas e do pedido de informação e indicações encaminhadas na reunião, aqui.

Entrega de moção

Isabel homenageada no Legislativbo (Foto Márcio Gonçalves)

O vereador David LaBarrica (Patriotas), entregou moção de congratulações à Isabel Cristina Santos Ribeiro, pelo título Miss Santa Catarina Pacific, na categoria MRS, em abril deste ano.

fonte: Assessoria de Comunicação CVBC

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -