- Publicidade -
- Publicidade -
23 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Balneário Camboriú espera por suporte do governo do Estado ao hospital Ruth Cardoso

É grande a expectativa de que o governador do Estado, Jorginho Mello, ajude na situação financeira do Hospital Municipal Ruth Cardoso, porque ele é aliado do prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, e do agora deputado estadual, Carlos Humberto Metzner Silva, e também porque prometeu na campanha.

Não é de hoje que fala-se sobre a importância do auxílio do Governo de Santa Catarina ao Ruth Cardoso, que é praticamente todo custeado por Balneário Camboriú, mesmo atendendo toda a região, sem receber apoio financeiro de nenhum município ou do governo estadual.

Vontade política
Um dos vereadores que mais defende a necessidade do apoio do Governo de SC ao Ruth Cardoso é Marcelo Achutti, que cobrou durante todo o governo de Carlos Moisés pelo suporte – o que não aconteceu.
Achutti disse que, agora com Jorginho, vê enfim uma ‘luz no fim do túnel’.

- Publicidade -

“Esperamos que tenha prioridade por vários aspectos, primeiro porque o prefeito Fabrício foi coordenador da campanha do Jorginho, segundo porque o Carlos Humberto agora está deputado, assim como o Jorge Seif, que é senador, e todos são do PL, então devemos ter chances maiores. O que falta é só vontade política para apoiar o Ruth Cardoso”, pontuou.

“Enfim vai acabar o discurso eleitoreiro”

Achutti disse que está ‘muito feliz e otimista’ com a situação também porque Carmen Zanotto assumiu a Saúde de SC e ela conhece a realidade de Balneário Camboriú, do Ruth Cardoso e do SUS.

“Acredito que teremos tranquilidade, porque ela conhece a nossa demanda, sabe que o hospital é municipal e que está sendo exclusivamente bancado por Balneário. Penso que, enfim, vai acabar o discurso eleitoreiro, porque não tem que construir mais hospitais, como pensam em construir em Camboriú, e sim custear os existentes. Temos que repactuar as especialidades, não adianta ter maternidade só em Balneário, porque quem paga a conta de todos os nascimentos da região inteira é Balneário”, acrescentou.

Reurbanização da Atlântica x ‘prioridades reais’

O vereador disse que acredita que Zanotto e Jorginho terão como prioridade os mutirões e zerar as filas das cirurgias (como Jorginho já mencionou em entrevistas e discursos).

“Sei que todos os prefeitos têm problemas com hospitais, não é só o caso de Balneário, mas hoje toda a região fica dependendo de nós e precisamos de apoio. Temos que resolver também qual é o modelo de gestão do Ruth Cardoso, que hoje ninguém sabe qual é. Vejo que enfim estamos vendo a ‘luz no fim do túnel’, e que não vão fazer politicagem. Também precisamos discutir na Câmara, posso chamar audiência pública, para tratar das prioridades: afinal, o que é prioridade – a reurbanização da Avenida Atlântica ou resolver os problemas de casa, na Saúde e Educação? Nossas escolas precisam de manutenção e as unidades de saúde também, como as dos bairros da Nações e Vila Real. Não tem que usar dinheiro de dívida de construtora para a reurbanização e sim para isso! Temos problemas sérios e prioridades reais”, completou.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -