- Publicidade -
18 C
Balneário Camboriú

Balneário Camboriú reduz número de leitos de UTI no Centro Covid-19

Com a diminuição de casos graves, seis leitos serão desativados

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Desde o início do mês, a ocupação de leitos de UTI no Centro de Acolhimento e Tratamento da Covid-19 de Balneário Camboriú, se manteve inferior a 63%. Com a redução mantida, a Secretaria Municipal da Saúde pediu autorização para desativar seis dos atuais 30 leitos disponíveis.

A secretária da Saúde de Balneário Camboriú, Leila Crócomo explicou que isso aconteceu em consequência da ocupação bastante reduzida e também representa economia.

“É um gasto, uma equipe a mais, porque cada 10 leitos requer uma equipe inteira de médicos, enfermeiros e demais profissionais especializados. Redução também com aluguéis de equipamentos (respiradores)”, explicou.

Leila explicou que apesar de Balneário Camboriú não receber do Estado pelos 30 leitos, é preciso pedir autorização à Secretaria de Saúde do Estado, porque estes leitos são controlados pelo Sistema de Regulação de Vagas de UTI em Santa Catarina.

“Nós recebemos do Estado por 20 leitos. Já chegamos a ter 34 leitos de UTI no Centro Covid, dos quais 14 financiados pelo município. Com esta baixa ocupação pedimos para reduzir seis, ficaremos com 24 ativos e o compromisso que se houver um novo aumento no número de pacientes graves, nós reativaremos”, detalhou a secretária.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -