- Publicidade -
- Publicidade -
20.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Balneário Camboriú tem 1316 casos de dengue e números não param de crescer

Centro de Referência Municipal prestou 250 atendimentos na primeira semana de funcionamento

De acordo com números do Programa Municipal de Combate a Dengue, Balneário Camboriú tem 1316 casos nesta sexta-feira (28). 

Deste total, 970 são autóctones (contraídos dentro do município); 96 indeterminados, 7 importados e 243 positivos em investigação de LPI. Até o momento, um óbito confirmado e um em investigação.

Chikungunya, um caso importado.

- Publicidade -

No início de abril (dia 12), Balneário Camboriú tinha 456 casos da doença; no dia 21, 880 casos e esse rápido aumento levou a Secretaria de Saúde a instalar um Centro de Referência Municipal de Atendimento à Dengue, aberto à moradores da cidade, na segunda-feira (24).

Nesta primeira semana, o local registrou 250 atendimentos.

Destes atendimentos, 72 casos resultaram positivos. 

O secretário da Saúde, Omar Tomalih disse que a demanda de atendimentos para dengue está alta em toda a região.

“O Centro de Referência tem cumprido seu papel auxiliando as portas de urgência e emergência e as Unidades Básicas de Saúde do nosso município. Durante esta primeira semana, estivemos observando a demanda e analisando possíveis melhorias para implantar durante o tempo de funcionamento do Centro. Também estamos adaptando o espaço e profissionais para as demandas respiratórias, que começam a surgir agora com a chegada do frio, sendo importante ter este apoio”, afirmou.

O Centro de Referência Municipal de Atendimento à Dengue funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na Av. Palestina, nº 150 – Bairro das Nações. 

Mais ações

A Secretaria de Saúde do município, promove várias ações para conscientização da população, incluindo mutirões nos bairros, fumacê em áreas próximas de casos confirmados e blitz educativas. Na Rede Municipal de Ensino, os alunos recebem orientações para a prevenção da doença. Neste sábado (29), a vigilância sanitária realizará um mutirão em combate à dengue na Rua Panamá, no bairro das Nações.

Prevenção

A principal maneira de prevenção da doença é eliminar os criadouros do mosquito, mantendo plantas sem pratos calhas limpas e niveladas, lajes secas, caixas de água fechadas ou teladas, manter ralos desobstruídos e limpos; guardar garrafas com o gargalo para baixo, acondicionar pneus em locais secos e cobertos. O uso do repelente também ajuda na prevenção da doença.

- Publicidade -

Sintomas

Os sintomas mais frequentes da dengue são febre alta, dor no corpo e nas articulações, dor atrás dos olhos, mal estar, falta de apetite, dor de cabeça ou manchas vermelhas no corpo. 

Em caso de sintomas, procure a Unidade de Saúde mais próxima para receber o atendimento médico necessário. Para fazer a denúncia de locais com suspeita de foco do mosquito é preciso entrar em contato com a Ouvidoria Municipal por meio dos números: (47) 3267-7024 e (47) 9 9982-1979 (WhatsApp) ou no 0800 644 3388.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -