- Publicidade -
- Publicidade -
22.5 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Conheça os alimentos considerados cancerígenos pela OMS

A OMS (Organização Mundial da Saúde) deve incluir o aspartame, adoçante artificial utilizado em refrigerantes dietéticos, na lista de agentes possivelmente cancerígenos para humanos. Além desta classificação, a agência também enumera aqueles com potencial de causar a doença.

A listagem da Iarc (Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer), agência braço da OMS responsável por pesquisa e recomendações sobre o câncer, indica compostos químicos, medicamentos e alimentos que podem estar relacionados a diversos tipos da doença.

Os compostos são classificados de acordo com a qualidade e quantidade de evidências científicas que os associam ao desenvolvimento de câncer.

- Publicidade -

O aspartame deve ser incluído como “possivelmente carcinogênico”, ao lado de outros produtos como a carne vermelha e o picles de vegetais. Evidências indicam que estes alimentos estão associados a um risco aumentado de diversos tipos de cânceres, mas não há consenso científico.

Além dos produtos com potencial carcinogênico, existem alimentos no grupo de evidência mais robusta, já considerados como cancerígenos para humanos pela OMS. Confira quais são eles.

CARNES PROCESSADAS

O consumo de carnes processadas, como linguiça, presunto e salsicha, está relacionado ao desenvolvimento de câncer de intestino.

A relação desse alimento com o câncer é reconhecida pela OMS desde 2018, e o consumo em grandes quantidades é visto como um fator de risco por especialistas.

Segundo uma revisão de estudos de 2021, as chances de desenvolver câncer colorretal aumentam em até 18% com o consumo de carnes processadas. Já para o câncer de cólon, o crescimento é de 21%, e para a doença no reto, de 22%.

Os autores do estudo também pontuam que esses alimentos estão relacionados a outros tipos de câncer, como de mama e pulmão.

- Publicidade -

BEBIDAS ALCOÓLICAS

Os malefícios do consumo de bebidas alcoólicas, mesmo em quantidades moderadas, têm sido destacados por recomendações e diretrizes recentes sobre a substância.

Algumas análises indicam que nenhuma quantidade de álcool é segura à saúde. As bebidas alcoólicas estão ligadas a problemas de falência hepática e dependência, além de favorecerem o desenvolvimento de cânceres.

O álcool esta incluído na lista de carcinogênicos da OMS desde 2012. Uma pesquisa publicada em 2021, estimou que cerca de 4% dos novos casos de câncer em 2020 poderiam estar associados ao consumo da substância.

Alguns dos tipos da doença que podem estar relacionados a bebidas alcoólicas são: esôfago, fígado e mama.

PEIXE SALGADO CHINÊS

O peixe salgado tradicional chinês passa por um processo semelhante ao da carne do sol, em que o sal é utilizado para preservar e curar o alimento.

Ele é listado pela OMS como carcinogênico desde 2012, mas a sua ligação com o câncer é estudada há anos, principalmente devido a uma maior incidência de câncer de nasofaringe associada a seu consumo.

Contudo, um estudo publicado em 2019 indica que essas ocorrências podem estar relacionadas principalmente ao consumo durante a adolescência.

NOZ DE ARECA

A noz de areca, também conhecida como noz de betel, provém de uma palmeira comum na Ásia, e tem efeito estimulante, o que a torna popular em alguns países da região.

O alimento está na lista de cancerígenos da OMS há dez anos, e seu consumo está ligado à ocorrência de câncer de boca.

A noz também é mascada, muitas vezes, com adição de outras substâncias como cal hidratada e tabaco, o que pode intensificar os efeitos cancerígenos.

Porém, uma revisão de 2022 mostrou que, mesmo quando consumida pura, a noz de areca está relacionada a intenso aumento da incidência de câncer da cavidade bucal.

((FOLHAPRESS)

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -