- Publicidade -
- Publicidade -
18.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Dengue: Saúde de Balneário Camboriú pede ajuda a entidades para controlar o avanço da doença

Encontro será nesta quinta-feira, 4, no Teatro Municipal Bruno Nitz

A Secretaria de Saúde Balneário Camboriú decidiu reunir entidades civis e não governamentais e a imprensa nesta quinta-feira (4), no teatro Municipal Bruno Nitz, para pedir ajuda no controle da dengue, que não pára de crescer em todo o município.

O Programa Municipal de Dengue registrou nesta quarta-feira (3), 1525 casos de dengue no município, dos quais 1163 autóctones (contraídos dentro do município); 109 indeterminados; 7 importados, 246 positivos em investigação de LPI e um caso de Chikungunya.

“Os números estão muito acima do ano passado, os focos só aumentam e nós queremos que a população entre junto nessa briga. Não adianta colocar 500 agentes nas ruas, se a comunidade não ajudar a combater esse mosquito”, disse o secretário da pasta, Omar Tomalih.

- Publicidade -

Ele segue explicando que todos sabem que o único jeito de controlar o mosquito Aedes aegypti é a prevenção, é acabar com os possíveis focos e isso cada um precisa fazer em seu espaço.

“ Cada um precisa ter a consciência de olhar dentro da sua casa, do seu quintal, da sua calçada, do seu estabelecimento e eliminar qualquer foco com água. Não tem outro jeito de melhorar esse cenário”, disse Tomalih.

Nesta reunião, os agentes do Programa Municipal de Combate a Dengue vão falar sobre a situação, apresentar tudo que vem sendo feito e como cada pessoa pode – e deve – ajudar.

A Secretaria de Saúde está atuante, realizando mutirões nos bairros mais atingidos, fazendo aplicação de fumacê, ações preventivas nas escolas da rede municipal com a presença do mosquitão da dengue e há duas semanas abriu o Centro de Referência de Atendimento à Dengue, na Avenida Palestina, nº 150, no Nações.

Para fazer a denúncia de locais com suspeita de foco do mosquito, o morador deve entrar em contato com a Ouvidoria Municipal por meio dos números: (47) 3267-7024 e (47) 9 9982-1979 (WhatsApp) ou no 0800 644 3388.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -