- Publicidade -
- Publicidade -
19 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Escorpiões em Balneário Camboriú: neste ano já foram capturados mais de 190

Em 2022 foram 500 capturas de escorpiões; órgão também é responsável pelo trabalho com outras pragas, como roedores, baratas e caramujos

Somente neste ano, o Centro de Controle de Pragas Urbanas (CCPU), ligado à Vigilância Sanitária, da Secretaria de Saúde, já capturou 194 escorpiões, boa parte deles na Praia dos Amores.

Divulgação/CCPU

Além dos escorpiões, o departamento é especializado em capturar e prevenir outras pragas urbanas, como roedores, aranhas e caramujos.

Roedores, baratas e caramujos

A veterinária do CCPU, Vera Susana La-Falci, conta que as ocorrências da unidade costumam aumentar sazonalmente, principalmente no verão, já que as pragas urbanas possuem relação com os meses mais quentes do ano – seja pelo período de reprodução como também com fatores como o aumento da produção de lixo (pelo aumento de população em Balneário Camboriú), que é alimento para esses animais.

- Publicidade -
Divulgação/CCPU

“No verão há principalmente o aumento de roedores, assim como de baratas, o que é comum, mas neste há muitos escorpiões. Nosso setor já é ciente desses aumentos, então fazemos controle anual e preventivo, já nos preparando para isso. Por exemplo, na orla da Praia Central fazemos um controle de roedores, já antecipando-nos para esse problema. Além disso, não é só questão do controle do animal e sim educação ambiental dos moradores para que acondicionem lixo da forma correta, fazendo a limpeza dos terrenos também, minimizando o aumento dessas pragas urbanas”, explica.

Divulgação/CCPU

Outra praga urbana comum nesta época são os caramujos, que costumeiramente apareciam nos bairros Estados (próximo do Balneário Shopping e Câmara de Vereadores) e também na Barra.

“Mas neste ano tivemos casos bem pontuais. Fizemos um programa de controle bem extensivo, que pode ter impactado na diminuição dos caramujos”, diz.

Escorpiões: a maior demanda

A maior demanda atual do CCPU vem sendo os escorpiões – a cada semana a equipe vem fazendo o controle dessa praga urbana, independente se for encontrado um escorpião em casa ou na rua o órgão deve ser acionado (pelo fone 3366-4593).

Há casos de escorpiões na Praia dos Amores (80% das capturas foram lá, nas ruas) e ainda no Centro – na altura da Rua 1900, na Rua 3.150 com a 3.160 perto da Marginal (foi em uma casa) e ainda na Praia do Estaleiro.

“Em 2022 foram 500 escorpiões capturados e neste ano já foram 194, números consideráveis. Somente em uma busca ativa na Praia dos Amores encontramos 28. Não tivemos nenhum acidente com escorpiões, mas fazemos a prevenção, que faz parte do programa de contenção de pragas urbanas”, acrescenta.

A veterinária aproveita para citar que não recomendam que a comunidade tente capturar o escorpião e sim que acionem o CCPU. Quando a denúncia chega até o órgão, ela é considerada de urgência e imediatamente a equipe vai até o local.

- Publicidade -

“Fazemos busca ativa para avaliar toda a situação da via ou do imóvel, passamos todas as medidas corretivas e fazemos o trabalho. Estamos capturando o escorpião-amarelo, que é considerado o mais tóxico do Brasil. Ele é capturado e enviado para identificação na Vigilância Epidemiológica, e em cima disso o Estado decide a quantidade de soro escorpiônico para enviar para Balneário, que está disponível no Hospital Municipal Ruth Cardoso 24h, caso aconteça alguma coisa”, salienta, citando que estão fazendo campanhas de prevenção nas localidades onde está havendo capturas de escorpiões, e buscando conscientizar moradores e turistas sobre a necessidade de atenção.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -