- Publicidade -
18.9 C
Balneário Camboriú

Governadores dizem que estão prontos para começar vacinação na próxima quarta

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -
Por Vinícius Valfré

Com o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso emergencial de duas vacinas contra a covid-19, governadores afirmam que seus Estados estão preparados para começar a imunização na manhã da próxima quarta-feira, 20, como pretende o Ministério da Saúde.

Os governadores evitaram alimentar o confronto entre o chefe do Executivo de São Paulo, João Doria (PSDB), e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Eles se manifestaram nas redes sociais logo após a aprovação da Anvisa, por unanimidade, do uso emergencial da Coronavac e da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca.

Alguns governadores, como o do Pará, Helder Barbalho (MDB), e do Ceará, Camilo Santana (PT), viajam ainda neste domingo, 17, a São Paulo para acompanhar a distribuição dos primeiros lotes aos Estados do País, a partir das 7 horas desta segunda-feira, 18.

“As vacinas representam a renovação da esperança de podermos imunizar nossa população e virar a página do sofrimento que essa pandemia trouxe. Não mediremos esforços para garantir que toda a nossa população tenha acesso o mais rápido possível à vacina”, disse Barbalho.

- Publicidade -

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSB), afirmou que as coordenadorias regionais, seringas e refrigeradores já estão aptos a receber os imunizantes. Nas redes sociais, ele acenou a Doria e Pazuello, que trocaram ataques ao longo do dia

“Cumprimentos ao governador João Doria, que viabilizou parceria internacional do Instituto Butantan. Agradecimento ao Ministério da Saúde, que fez a parceria da Fiocruz com Oxford/AstraZeneca e que alcançará as duas vacinas aos Estados”, frisou.

Em pronunciamento após o sinal verde da Anvisa, Pazuello afirmou que a divisão das 6 milhões de doses da Coronavac será proporcional entre os entes. Até o fim da tarde, porém, o quantitativo para cada Estado ainda não era conhecido.

- Publicidade -

“A aprovação das vacinas do Butantan e Fiocruz pela Anvisa é o primeiro passo para vencermos definitivamente o vírus. O Espírito Santo está preparado com agulhas, seringas e toda a logística para dar início ao Plano Nacional de Imunização assim que as vacinas chegarem”, afirmou o governador capixaba, Renato Casagrande (PSB).

Entre governadores do Nordeste, o do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), opositor de Bolsonaro, reforçou críticas que vem fazendo ao governo federal. “O início da vacinação contra o coronavírus é uma grande conquista e uma vitória contra o negacionismo homicida”, salientou.

O chefe do Palácio do Campo das Princesas, em Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), reiterou que os Estados estão prontos para começar a aplicação das doses à população, conforme autorizado em caráter emergencial.

“As vacinas da AstraZeneca/Oxford e da Sinovac/Butantan cumpriram todas as etapas e foram aprovadas para uso emergencial pela Anvisa. Os Estados estão prontos, o governo federal precisa divulgar o cronograma e iniciar a vacinação já”, destacou.

Os planos dos Estados para vacinar as pessoas incluem estratégias que preveem desde transformar escolas, igrejas ou quartéis em salas de vacinação até investir em sistema de drive-thru. Em algumas localidades mais remotas, a logística inclui transportar doses de barco ou avião e até armazená-las em frigorífico de peixe.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -