- Publicidade -
- Publicidade -
17.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Hospital Ruth Cardoso de Balneário Camboriú entre os oito que mais captaram órgãos para doação em 2023

“É uma contribuição importante para fazer de SC líder nacional em doações para transplantes”, diz coordenador da SC  Transplantes

A SC Transplantes, Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos e Tecidos de SC divulgou seu relatório anual com números e dados referentes a 2023 e o Hospital Municipal Ruth Cardoso, de Balneário Camboriú, figura entre os 10 que mais captaram órgãos para doação no ano passado.

O hospital de Balneário Camboriú é líder no ranking em percentual de doação, com 66,7% de efetividade nas notificações e também em percentual de recusa familiar, com somente 10,5% de devolutivas negativas dos familiares consultados.

O coordenador da SC Transplantes, Joel de Andrade (Foto Inez Regina Kretzer)

O Coordenador Estadual de Transplantes de Santa Catarina, Joel de Andrade, disse que no ano passado, cerca de 60 instituições hospitalares de Santa Catarina registraram alguma doação de múltiplos órgãos.

- Publicidade -

Ele destacou que é importante enfatizar que essa atividade é muito concentrada, por exemplo, três instituições fazem quase 40% das doações e se agregar outras sete instituições, o percentual alcança mais de 75% de todas as doações do Estado.

“Essas 10 instituições hospitalares mais importantes tem uma grande contribuição e não é a primeira vez, por anos sucessivos, que o Ruth Cardoso tem se postado entre estas instituições pelo desempenho na identificação de potenciais doadores na condição do processo de doação de transplantes, que é exemplar na instituição”, salientou o Andrade.

Em relação ao ano anterior, o desempenho do Ruth Cardoso também apresentou avanços: de 42,4% em 2022, as doações passaram a 66,7% em 2023; já o percentual de recusa familiar, de 37,5% em 2022, baixou para 10,5% em 2023. 

Além disso, a Instituição alcançou o melhor resultado individual desde 2017 – quando se iniciaram as captações de órgãos no hospital.

A Comissão Hospitalar de Transplantes do HMRC conta com oito profissionais – entre médicos e enfermeiros devidamente capacitados pela SC Transplantes –, mais a infraestrutura tecnológica necessária para aplicar, internamente, aos casos identificados.

Nós temos muito a agradecer a esta e às outras instituições, porque elas fazem de Santa Catarina líder nacional em doação de órgãos para transplantes”, concluiu Joel de Andrade.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -