- Publicidade -
25.2 C
Balneário Camboriú

Não existem vacinas para atender a população

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Os anúncios do Ministério da Saúde, governadores e prefeitos de que a campanha de vacinação iniciou no Brasil são enganosos, no momento não há vacinas suficientes para atender sequer a metade dos profissionais de saúde.

Por isso, foram vacinados apenas os profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate à Covid, os demais que também correm riscos precisarão esperar e não há data prevista.

O lote de 6 milhões de doses da Coronavac que começou a ser distribuído na segunda-feira, será suficiente para a vacinação de só 0,5% dos idosos brasileiros e 34% dos profissionais de saúde do País. Não há previsão de data para o recebimento de mais doses.

O Brasil está colhendo o que o presidente Bolsonaro plantou, ao hostilizar a China e a Índia, os dois países que no momento poderiam fornecer vacinas e insumos para fabricação local.

- Publicidade -

Outros fabricantes de vacinas nem se deram ao trabalho de pedir registro no país, pois a demanda é maior do que a oferta e o governo brasileiro insiste na desorganização e negacionismo à ciência.

A falta de vacinas suficientes para atender a população condena o Brasil a repetidos surtos de Covid, com graves consequências sobre a saúde, a educação e a economia.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -