- Publicidade -
- Publicidade -
13.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Pacientes com fibromialgia de Balneário Camboriú receberão medicamento canabidiol gratuitamente

Serão 20 pacientes em situação grave que receberão a medicação por seis meses, através da Santa Cannabis

O primeiro grupo de 20 pacientes portadores de fibromialgia de Balneário Camboriú estão iniciando tratamento com medicamentos à base de Canabidiol (CBD) e Tetrahidrocanabinol (THC), graças a uma parceria com a Associação Santa Cannabis de Florianópolis, conquistada através do vereador Eduardo Zanatta. O medicamento é caro e a Santa Cannabis está fornecendo gratuitamente por um período de seis meses.

Zanatta disse que ele participou de duas reuniões com a presidente da Associação Fibromiálgicos Borboletas de SC (AFBSC), de Balneário Camboriú, Maria Antonia Lescan Ferreira, com o presidente da Santa Cannabis, Pedro Sabaciauskis e com a médica Nayara, responsável pelo acompanhamento das consultas e prescrição das doses, para definir o tratamento e os pacientes que receberiam o medicamento.

“Ficou definido que seriam 4 grupos de 5 pacientes atendidos pela Santa Cannabis por seis meses enquanto nós solicitaremos judicialmente o medicamento após esse período, para que o tratamento não seja interrompido”, disse o vereador.

- Publicidade -

O primeiro grupo de cinco pessoas começou a ser atendido nesta sexta-feira (5); os próximos serão atendidos nos dias 12, 19 e 26 de julho.

“Eles serão acompanhados pelo setor de acolhimentos da Santa Cannabis, por enfermeiros, pela Dra.Naiayara, pesquisadores que vão estudar esse modelo que estamos propondo aqui. Já que o prefeito não fez, a gente faz e mostra que é possivel atender a quem precisa tanto desse medicamento, tem dor e não pode pagar”, afirmou Zanatta.


Política pública

Ele é autor do projeto de lei ‘PraVida’, que cria a política municipal de saúde para a distribuição de medicamentos à base de Canabidiol (CBD) e Tetrahidrocanabinol (THC), utilizado principalmente no tratamento da fibromialgia, epilepsia e transtorno do espectro autista.

O projeto foi aprovado pela Câmara Municipal ano passado e vetado pelo prefeito Fabrício Oliveira. Logo após foi criada uma comissão na prefeitura para tratar do assunto. Em maio desse ano, Zanatta fez um pedido de informações sobre o andamento da comissão e a prefeitura pediu mais 60 dias de prorrogação.

Extraoficialmente, o vereador soube que a comissão enviou parecer favorável quanto à distribuição de medicamentos à base de cannabis para a Comissão de Farmácia Terapêutica avaliar. Depois disso, não recebeu mais nenhuma informação a respeito.

Em maio deste ano, Zanatta apresentou seu projeto no Congresso Brasileiro de Cannabis Medicinal, em São Paulo. Foi lá que recebeu a proposta da Santa Cannabis de oferecer gratuitamente o medicamento para 20 pessoas por meio ano.


Primeiro passo

Vereador Zanatta com Pedro, da Santa Cannabis (Divulgação)

“Agora começamos a materializar um projeto pelo terceiro setor, por entidades da sociedade civil, quando deveria ser uma política pública aqui em Balneário Camboriú. A Santa Cannabis não consegue fornecer o medicamento para todos que precisam em nossa cidade. Esperamos que esses seis meses aonde esses 20 pacientes receberão o medicamento com o acompanhamento, um relatório dos avanços durante o tratamento e que isso contribua para fundamentar uma política pública para sensibilizar o prefeito ou o próximo, já que infelizmente o prefeito Fabricio não teve sensibilidade com a dor destas famílias”, disse Zanatta.


‘Imensamente agradecidos’

Antônia, presidente da Borboletas de SC (Arquivo Pessoal)

A presidente da Borboletas de SC, Antonia disse que a médica atenderá um grupo por semana durante um mês, com consultas online, vai conhecer o histórico de cada paciente, a medicação que está usando, o que deu ou não deu certo, uma longa avaliação, antes de prescrever o óleo e depois ela vai fazer a dose que achar necessária e esse paciente vai receber em sua casa por seis meses.

“Os pacientes não foram escolhidos pela associação, eles vieram até nós e solicitaram. Quando alcançamos os 20, fechamos o grupo,mas a demanda é muito grande, ainda tem muita gente nos procurando. Da prefeitura não temos notícia nenhuma, não sabemos a quantas andam os nossos pedidos”, disse Antônia.

- Publicidade -

Ato de bondade

Ela definiu como ‘ato de bondade’ o que a Santa Cannabis e o vereador Zanatta estão fazendo nesse momento pelos pacientes.

“Esse pacientes são graves, estão numa situação muitíssimo delicada, embora muitas pessoas e inclusive médicos, tratam a fibromialgia como uma coisa qualquer e não é…É uma doença debilitante, causa limitações, dores. Estamos imensamente alegres e agradecidos a Deus, ao Pedro e ao Zanatta por esta tamanha generosidade e se algum empresário, alguma associação quiser nos ajudar, ajudar esses pacientes, ficaremos muito felizes”, afirmou Antônia.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -