- Publicidade -
- Publicidade -
22 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Unimed Litoral reforça alertas sobre propagação da dengue

A Unimed Litoral emitiu um alerta preventivo na última sexta-feira, para que as pessoas redobrem os cuidados com a dengue, em decorrências das condições favoráveis para reprodução do mosquito transmissor da doença.

“Devido ao El Niño, praticamente não tivemos inverno, e em Santa Catarina ocorreram as temperaturas mais altas num mês de julho, dos últimos 62 anos. Em agosto continuou quente e a Primavera está próxima (dia 23 de setembro), proporcionando um ambiente favorável para a reprodução do mosquito da dengue”, reforçou o presidente da Unimed Litoral, Dr. Umberto João D´Ávila.

A única forma de deter a dengue é através do esforço de cada um, dedicando um tempo todas as semanas para eliminar a reprodução do mosquito, tanto nas casas quanto no trabalho e nas escolas.

- Publicidade -

Os quintais devem ser mantidos limpos, sem pontos de água parada, por menores que sejam. Considerando que os ovos do mosquito Aedes aegypti podem resistir ao ressecamento por mais de um ano, é preciso higienizar recipientes periodicamente e borrifar inseticidas à base de água.

Os principais sintomas da dengue são febre alta (superior a 38 °C), dor no corpo, nas articulações, atrás dos olhos, dor de cabeça, mal-estar, falta de apetite e surgimento de manchas vermelhas.

“Outras medidas preventivas eficazes são instalar telas em portas e janelas, usar bastante repelente e cobrir a maior parte do corpo com roupas claras”, detalhou o Dr. Umberto.

O mosquito costuma buscar suas vítimas principalmente ao amanhecer e ao anoitecer, mas ele pode picar também à noite, portanto os cuidados devem ser contínuos.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -