- Publicidade -
- Publicidade -
27.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

UTI do Ruth Cardoso foi destaque em programa do SUS

‘A meta agora é zerar as infecções hospitalares’, disse o secretário da Saúde, Omar Tomalih

A equipe de profissionais de saúde do Hospital Municipal Ruth Cardoso, de Balneário Camboriú, participou das ações de encerramento do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde – Proadi SUS, nesta quarta (6) e quinta-feira (7), em Brasília. 

O hospital de Balneário Camboriú foi um dos destaques do projeto do Ministério da Saúde, que tem como objetivo a redução de infecções nos pacientes da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto que utilizam dispositivos invasivos, mas necessários para o tratamento.

O secretário de Saúde de Balneário Camboriú, Omar Tomalih, explicou que a participação da equipe do Ruth Cardoso foi um destaque, porque a cidade teve bons resultados e foi enaltecida a nível nacional.

A premiação em Brasília (Divulgação/PMBC)

“Conseguimos drasticamente reduzir as infecções hospitalares, principalmente na UTI. Ganhamos reconhecimento a nível Brasil pelos resultados. A meta é inclusive zerar as infecções hospitalares”, disse.

- Publicidade -

Para participar do projeto, o Ruth Cardoso recebeu a consultoria assistencial do Hospital Moinhos de Vento e a consultoria de custeio do Hospital Israelita Albert Einstein. Com a implementação dos processos orientados pelo projeto, a equipe do Ruth Cardoso conseguiu zerar as Infecções do Trato Urinário (ITU) e reduzir consideravelmente as Infecções de Corrente Sanguínea e Pneumonia Associada à Ventilação (PAV) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto. 

“Estamos muito felizes porque é um reconhecimento do esforço, trabalho e dedicação, especialmente da equipe da UTI, que vem seguindo passo a passo as mudanças necessárias para ter um espaço 100% seguro”, completa Tomalih.

A UTI Adulto do Hospital Ruth Cardoso é composta por 10 leitos, que atendem munícipes e moradores de outras cidades. A área é composta por uma equipe multidisciplinar, contando com 15 médicos e cerca de 40 profissionais entre enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, nutricionista, fonoaudiólogo, psicólogos, assistentes sociais, farmacêuticos e dentistas.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -