- Publicidade -
- Publicidade -
18.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Zanin suspende decretos anti-vacina dos prefeitos de Balneário Camboriú e de outras cidades catarinenses 

O ministro Cristiano Zanin, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu os decretos de Balneário Camboriú e de outras cidades de Santa Catarina que isentavam os pais de apresentar comprovante de vacinação dos seus filhos, contra Covid-19, para efetuar a matrícula nas escolas.

Esses decretos não foram baseados em conhecimentos científicos ou opinião dos pediatras das famílias e sim na prática bolsonarista de ser contra a vacina da Covid-19, o que resultou em milhares de mortes que provavelmente poderiam ter sido evitadas.

Em sua decisão, o ministro destacou que esses decretos afrontam preceitos fundamentais da Constituição como direito à vida, direito à saúde e a proteção integral da criança e do adolescente.

- Publicidade -

Nota Técnica da Organização Mundial da Saúde, anexada à decisão, afirma que a vacina Pfizer pediátrica é segura e recomenda sua aplicação em crianças.

Pela decisão, o governador Jorginho Mello (PL) e os prefeitos devem se abster de dificultar a execução do Programa Nacional de Imunização, em especial o da vacinação infantil contra a Covid-19.

A decisão segue reproduzida abaixo:

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -