- Publicidade -
- Publicidade -
16.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Dois mil profissionais da educação de Balneário Camboriú serão capacitados sobre segurança escolar

Por isso, nesta quinta-feira, 20, não haverá aulas na rede municipal

Dois mil profissionais da educação de Balneário Camboriú, entre servidores de escolas municipais, estaduais e privadas, participarão de uma capacitação sobre segurança escolar, ministrada pela Secretaria de Segurança e Polícia Militar da cidade, nesta quinta-feira (20).

Essa é mais uma da série de ações que a prefeitura da cidade vem promovendo em prol da segurança às escolas e creches da cidade, devido ao ataque ocorrido em Blumenau.

Segundo o secretário de Educação de Balneário Camboriú, Marcelo Achutti, a capacitação será no Hotel Sibara e a organização espera dois mil profissionais, entre professores, educadores, agentes de alimentação, orientadores, etc. 

- Publicidade -

Para atender a todos, haverá dois horários de capacitação – pela manhã e à tarde, dividindo o grupo em mil em cada turno. 

“Por isso, não haverá aula na rede municipal na quinta-feira, retornando na segunda-feira (24), pois sexta (21) é feriado de Tiradentes. A capacitação será sobre segurança escolar, com a PM e Guarda Municipal. Convidamos também a rede estadual e privada, e dependerá de cada escola decidir se haverá aula ou não, mas na rede municipal participarão todos os nossos profissionais. Queremos capacitar o maior número possível de servidores. Na segunda-feira (17) o secretário de Segurança, Antônio Gabriel Castanheira Junior e guardas municipais, já estiveram dando uma palestra sobre segurança escolar em escolas da rede privada”, explica.

No conteúdo que fará parte da capacitação haverá temas como o acionamento do botão do pânico, medidas de segurança que devem ser adotadas e também o que fazer se acontecer um ataque. 

“Será uma capacitação bem técnica, coordenada pelas forças de segurança e Secretaria de Educação. Os gestores das escolas já foram capacitados e agora é a vez do restante dos profissionais”, acrescenta.

Achutti cita ainda que estão contentes porque conseguiram ‘dar o resultado que a sociedade estava esperando’, sendo que ainda continua o policiamento em todas as escolas da rede pública. 

“Continuam os policiais, guardas e agentes de trânsito nas escolas, auxiliando os gestores e dando tranquilidade aos pais e alunos. Temos inclusive recebido ligações de outras cidades querendo saber como estamos nos organizando. Agora estamos esperando a contratação dos vigilantes. Assim que aprovada a documentação, a empresa terá três dias para implementar o serviço nas escolas e núcleos de educação infantil da rede municipal”, completa.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -