- Publicidade -
- Publicidade -
20.6 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Homem foi preso após agredir esposa e tentar jogar criança pela janela, em Balneário

Um homem foi preso, no último sábado (16), após agredir a esposa e ameaçar matá-la, em Balneário Camboriú. Ele também teria tentado jogar uma criança pela janela.

A Guarda Municipal recebeu uma denúncia sobre o ocorrido, na Rua Biguaçu, no Bairro dos Municípios.

- Publicidade -

No local, GMs conversaram com a prima do suspeito, que relatou que ele agrediu sua companheira e tentou jogar uma das crianças pela janela, além de ter quebrado todo o apartamento onde a família vive, inclusive TV e aparelhos domésticos. Ele teria fugido em seguida.

Em buscas pelas proximidades do local, os guardas encontraram o homem caminhando na calçada, ele tentou fugir, porém foi detido. Quando abordado, o homem gritava que iria matar a vítima (a esposa dele). Ele foi preso.

A Guarda Municipal fez contato com o programa Abraço à Mulher e a vítima será acompanhada também pelo Grupo de Proteção à Mulher (GPM).

Denuncie

*Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 é um serviço ofertado pela Polícia Civil, válido em todo o território nacional, com o objetivo de receber denúncias ou relatos de violência, além de orientar as mulheres sobre seus direitos, encaminhando-as para a Rede de Apoio local.

- Publicidade -

*Grupo de Proteção às Mulheres – Basta ligar ao 153 ou diretamente pelo Grupo de Proteção à Mulher da Guarda Municipal de Balneário Camboriú (47) 9982-2275, onde as guardas do GPM se deslocam imediatamente e prestam o apoio que for necessário à vítima. O GPM atende apenas moradoras de Balneário Camboriú, por ser um departamento da Guarda Municipal da cidade.

*Programa Abraço à Mulher – O programa de Balneário Camboriú funciona 24 horas, inclusive aos finais de semana e feriados via WhatsApp ou ligação telefônica pelo número (47) 9 99821906. O serviço focado em moradoras de Balneário presta suporte psicológico e de assistência social para mulheres vítimas de violência – seja de qualquer tipo, como psicológica, física, sexual, financeira, etc.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: