- Publicidade -
- Publicidade -
19.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Mulher é presa após abordar criança na Praia Central de Balneário Camboriú

A menina, de sete anos, é filha do secretário de Planejamento, Fabiano Mello e serve de alerta: atenção na praia deve ser redobrada sempre

Um áudio narrando uma situação inusitada ocorrida na tarde de terça-feira (24), na Praia Central de Balneário Camboriú chegou ao Página 3: uma menina de sete anos, que estava na praia com a mãe e com a irmã, de 12 anos, foi abordada por uma mulher, que dizia ser mãe da menina.

A criança, que é filha do secretário de Planejamento de Balneário Camboriú, Fabiano Mello, pediu socorro. A suspeita foi presa pela Guarda Municipal.

Secretário conta como foi a inusitada situação

O secretário Fabiano disse que tudo aconteceu na Praia Central, na altura da Rua 1.101, em frente ao prédio onde a família  mora. 

- Publicidade -

“Minha esposa estava de olho na nossa filha mais velha, de 12 anos, que estava no mar com uma amiga, mas também estava vendo a menor, de sete anos, que aguardava na tenda do Parque Beto Carrero World, do projeto Praia Limpa, onde haveria uma brincadeira, por volta de 15h. Foi nesse tempo que ela (H., de sete anos), foi abordada pela mulher, que insistia em dizer que era mãe daquela criança”, explicou.

Segundo Fabiano, ‘graças a Deus’, H. é ‘bem esperta’ e reagiu na hora, correndo e dizendo para os monitores do Beto Carrero que aquela mulher não era a sua mãe. 

“Minha filha e a monitora do Beto Carrero foram até a minha mulher, e a maluca foi atrás. Parecia tentativa de sequestro, mas depois se mostrou que a mulher é maluca… parece que ela tem uma filha de dois anos e perdeu a guarda dela”, disse.

Guarda Municipal conseguiu prender

A Guarda Municipal foi acionada e prontamente dois guardas, que Fabiano identificou como Moisés e Fábio, atenderam e conseguiram prender em flagrante a mulher. 

“O trabalho deles foi fantástico, tenho que elogiar a atuação. Nem sabiam que era a minha filha, agiram profissionalmente atendendo o caso. Foi um susto, algo inusitado”, acrescentou.

A suspeita, que teria 25 anos, mas aparenta ter mais, segundo Fabiano, foi detida e encaminhada à delegacia. 

“Ela seguiu dizendo que a criança era filha dela, mas depois começou a chorar, a falar uma história que perdeu a filha. Sabe-se lá o que poderia ter ocorrido se a minha filha não tivesse a atitude de correr e negar que era filha da mulher. Se fosse uma criança menor, poderia ter sido levada. Minha esposa divulgou o áudio para alertar os pais, que precisam estar sempre atentos”, completou.

- Publicidade -

O que diz o secretário de Segurança

O secretário de Segurança de Balneário Camboriú, Antônio Gabriel Castanheira Junior, disse que a atitude da Guarda foi primordial. 

“Os guardas agiram rápido, conseguiram deter a mulher e ela está presa. O que ela (a mulher que disse que H. era filha dela) falou é que confundiu, só que a filha dela teria dois anos, e ela tentou pegar uma de sete… mas não sabemos nem se ela realmente tem filha. Ela não parecia estar com a consciência totalmente plena”, relatou.

“Não dá para entrar de férias de atenção”

Castanheira disse ainda que não sabe quanto tempo ou se a mulher ficará presa, e se ela sair também não é possível saber se ela fará algo assim novamente. 

“Por isso, os pais precisam ter atenção com as crianças, tendo um maior cuidado. Na Virada do Ano, por exemplo, nós tivemos muitas crianças perdidas. Não dá para tirar os olhos, existem crimes acontecendo todos os dias. Algo assim é um dano irreparável, se a mulher tivesse conseguido levar… não é algo corriqueiro, mas quando acontece, é devastador. Não é um furto de celular, um bem que conseguimos recuperar ou comprar de novo, é um filho, uma criança. Por mais que os pais estejam de férias, não dá para entrar de férias de atenção, temos que estar de olho. Alguém se aproveita dessa situação, e ainda bem que não teve êxito”, destacou.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -