- Publicidade -
- Publicidade -
16 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Polícia Civil aponta que casal matou jovem em fevereiro, em Balneário

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, encerrou o inquérito policial que apurava o assassinato do jovem João Vinícius Amaral, 21 anos, ocorrido no dia 4 de fevereiro deste ano, na Rua Dom Sebastião, esquina com a Quinta Avenida, no Bairro Vila Real. O crime teve ligação com o tráfico de drogas.

Segundo a DIC, a investigação concluiu que o indiciado I.M.J. matou João Vinícius com quatro disparos feitos com um revólver calibre .38 e com 15 golpes de faca. O crime foi motivado em razão de uma desavença relacionada a uma transação envolvendo maconha e drogas sintéticas. Inclusive, logo após o crime I.M.J. fugiu com uma mochila, onde estavam drogas.

- Publicidade -

I.M.J., após ser identificado, foi preso em 18 de fevereiro, na cidade gaúcha Terra de Areia. Durante o cumprimento do mandado de prisão, o investigado foi preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, e foi transferido para a região de Balneário. As drogas seriam as ‘roubadas’ de João Vinícius. 

I.M.J. está preso até este momento no Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, no Bairro Canhanduba.

Na continuidade das investigações, foi descoberto que I.M.J. não agiu sozinho, contando com a participação de sua namorada, J.T., a qual também foi indiciada por participação no crime de homicídio qualificado.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: