- Publicidade -
- Publicidade -
16.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Rede de vizinhos: vereadora Juliana Pavan confere trabalho que reduz furtos

Estratégia é fundamental para evitar crimes na temporada de verão

Pautada na filosofia de integração comunitária, a Rede de Vizinhos da Polícia Militar de Santa Catarina é uma estratégia de policiamento entre comunidade e polícia que vem dando certo em Balneário Camboriú. 

O município conta com 46 redes, grupos de WhatsApp onde os moradores vigiam o bairro e sob qualquer atitude suspeita, acionam o 190.

A vereadora Juliana Pavan esteve com o Comandante da PM, Eder Jaciel de Souza Oliveira, para verificar o trabalho nesta temporada de verão.

- Publicidade -

“O protagonismo é dos moradores que se unem às forças de segurança na prevenção aos crimes de furto e roubo. Balneário Camboriú é exemplo para o Brasil, já que nessa época a cidade fica mais populosa”, diz Juliana.

A parlamentar apoia o trabalho desde 2021, quando já se reunia com os moradores das praias agrestes, num pedido de atenção para a região. 

O comandante informou que tem se encontrado com os grupos e que cidades do interior também se beneficiam, pois o morador vem para praia e os vizinhos do imóvel fechado viram atores ativos na prevenção. 

Uma placa identificando a rede é instalada na casa de quem faz parte do projeto. 

A rede de vizinhos existe desde 2017 em Santa Catarina e qualquer morador pode procurar a Polícia Militar para participar.

Texto: Assessoria Juliana Pavan


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -