- Publicidade -
- Publicidade -
28 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Secretários de Segurança e Educação alertam para fake news sobre ataques em escolas de Balneário Camboriú

Estão circulando diversos prints e áudios fakes sobre ameaças de ataques à escolas de Balneário Camboriú, que causam pânico nos pais. A Polícia Civil está investigando, bem como a Secretaria de Segurança. 

A reportagem conversou com os secretários de Segurança e Educação da cidade, que alertam para a importância da comunidade denunciar, mas também para não criar caos por falsas ameaças. 

Segurança está apurando denúncias

O secretário de Segurança da cidade, Antônio Gabriel Castanheira Junior, explica que a maior parte do material que chega até a Guarda Municipal é fake, mas que averiguam tudo. 

- Publicidade -

“A maioria não tem nem cabimento, criaram perfis em redes sociais falando de ataque, um Anônimo, mas a população pode ficar tranquila. O policiamento segue 100% nas escolas e creches da rede pública e também com mais rondas pensando na rede privada de ensino”, diz.

A Polícia Civil informou que os fatos estão sendo apurados. Foi solicitado que a comunidade evite divulgar áudios e imagens dessas ameaças, pois mesmo que sejam falsas podem fomentar novos casos.

Presença policial nas escolas e capacitação de gestores

O secretário de Educação, Marcelo Achutti, complementa a fala de Castanheira, salientando que sente que os pais estão apavorados pelo número de notícias e áudios fakes que vêm surgindo, mas que a cidade está focando na segurança das escolas e creches. 

“Qual cidade em SC que possui guarda municipal, policial militar ou agente de trânsito na escola? Blumenau antecipou as férias de julho porque não tinham condição de efetivo, e nós fizemos isso [colocar as forças de segurança nas escolas] e ainda capacitamos sobre segurança escolar todos os gestores da rede pública e privada, junto da Polícia Militar”, pontua.

Achutti cita também que também estão verificando as estruturas das escolas e creches, verificando quais precisam de reforço estrutural (com ampliação de muros, mais segurança na estrutura, etc), bem como contratação de vigilantes (está em fase final de orçamento) e instalação de detectores de metal (precisará de uma licitação, mas está em andamento). 

“Balneário Camboriú saiu na frente. Entendemos o receio da comunidade, pedimos que os pais sigam denunciando se souberem de alguma situação. Nós estamos checando tudo, e por isso podem ficar tranquilos”, completa.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -