- Publicidade -
17.6 C
Balneário Camboriú

Em clima de otimismo, São Paulo comemora a retomada do turismo

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Na última quarta-feira, 16, São Paulo recebeu jornalistas de diversas cidades do País, no evento “São Paulo para Todos”, ocorrido em clima de otimismo, devido ao desempenho do turismo nas últimas semanas, período coroado com o sucesso do GP de Fórmula 1, no domingo anterior.

O GP da F1, segundo a Fundação Getúlio Vargas, atraiu mais de 115 mil visitantes de outras cidades, de um total de 150 mil ingressos vendidos, deixando um resultado econômico de R$ 810 milhões, além de criar 8.500 empregos temporários.

É fácil de entender o alívio dos paulistas -que lideraram o esforço de vacinação no Brasil- com o controle da pandemia, pois o Estado além de ser o maior emissor de turistas para outros Estados brasileiros é também o maior receptor.

Neste momento, a capital paulista está realizando dois dos mais importantes eventos do seu calendário, a 34ª Bienal de São Paulo e a São Paulo Fashion Week, ambas no Parque do Ibirapuera, o que gera grande afluxo de público e um clima de “festa mascarada” em espaços públicos, aeroportos e lobbies de hotéis.

Instalação do artista indígena Jaider Esbell, na Bienal de São Paulo, no Parque do Ibirapuera (Foto: Caroline Schneider Cezar).
- Publicidade -

É visível nas ruas que os paulistanos levam a sério o uso de máscaras/álcool e isso está arraigado, pois pesquisa da Fundação Estadual de Análise de Dados (Seade/SP), mostrou que 93% dos que planejam viajar estão preocupados com a existência de medidas de enfrentamento da COVID19 no destino, o que poderia servir de alerta para cidades turísticas como Balneário Camboriú.

É um mercado enorme a ser explorado por Santa Catarina pois, segundo a pesquisa da Seade, São Paulo deve emitir cerca de 15 milhões de turistas nos próximos meses, principalmente para o Nordeste.

Os jornalistas participaram do Fórum Band News Expo Visite São Paulo 2021, com o título “Encontrar para Reconectar”,  com debates de representantes de companhias aéreas e da hotelaria.

Debate entre mulheres de turismo (Foto: Gregory Grigoragi).
- Publicidade -

As aéreas vivem uma fase de recomposição da malha, sob fortes dificuldades decorrentes do preço explosivo do combustível de aviação. 

A hoteleira Chieko Aoki, durante debate com mulheres de turismo (Foto: Gregory Grigoragi).

Num dos debates, a nipo-brasileira Chieko Aoki, presidente da rede Blue Tree Hotels, refletiu o clima positivo pedindo a todos que continuem se amparando mutuamente, como ocorreu na pandemia, que gerou desafios, mas também solidariedade e bons exemplos.

Também houve exposição de destinos turísticos paulistas e bastante foco em formação de mão de obra, através de sinergia entre empresas e cursos de turismólogos.

O Secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Vinicius Lummertz, se destacou nos debates e na entrevista coletiva ao final do evento, apresentando projetos em andamento, dentre eles o Rotas Cênicas, idealizado pelo ex-secretário do meio ambiente de Balneário Camboriú, Ike Gevaerd.

(Nota: o jornalista Waldemar Cezar Neto viajou a convite dos organizadores do evento).

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -