- Publicidade -
- Publicidade -
15.6 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Empresa de Balneário Camboriú pretende investir até R$ 30 milhões no Morro do Careca

A Volare Empreendimentos Turísticos, vencedora nesta segunda-feira (17) da concorrência pública para concessão do Morro do Careca, pretende investir até R$ 30 milhões naquele local que já é um dos preferidos pelos turistas.

A empresa tem forte experiência no setor e longa relação com Balneário Camboriú, pois é sócia do  Parque Unipraias (teleférico da Barra Sul) e do Barco Pirata, dois dos mais bem sucedidos equipamentos turísticos do litoral catarinense.

Também possui um empreendimento de destaque em Canela, na serra gaúcha, onde construiu o Skyglass, uma plataforma de vidro, suspensa a 360 metros de altura, que atrai milhares de visitantes desde sua inauguração em 2021.

- Publicidade -
Skyglass em Canela, empreendimento da Volare (Foto de divulgação).

“Vamos seguir no Morro do Careca a mesma linha de excelência ambiental e de atendimento aos turistas dos nossos outros empreendimentos” destacou Moacir Bogo, um dos executivos da Volare.

Ele reforçou a preocupação de preservar, regularizar e aperfeiçoar a rampa de voo livre, e adiantou que será construído um funicular (veículo sobre trilhos) para levar as pessoas com mais comodidade ao topo do morro, reduzindo a circulação de veículos movidos a combustão.,

Na parte de cima do Morro do Careca, serão instalados dois equipamentos turísticos inéditos no Brasil, sem interferência na rampa de voo livre. Os detalhes serão divulgados oportunamente, após a formalização do resultado da Concorrência Pública e aprovação dos projetos por parte das autoridades.

Também haverá serviços aos visitantes como sanitários e praça de alimentação. 

A concessão é por 20 anos. O edital de Concorrência Pública previa um pagamento anual mínimo à prefeitura de R$ 352.800,00. A Volare ofereceu R$ 3.101.300,00 e a segunda colocada ofereceu R$ 372.000,00. A diferença entre as propostas, em benefício dos cofres da cidade, chega a quase R$ 55 milhões ao longo do contrato.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -