- Publicidade -
- Publicidade -
15 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Barco Pirata lança projeto ‘Barco Escola – Expedição pelo Igarapé’

Na próxima terça-feira (22), a Barra Sul Turismo Náutico – Barco Pirata lança o projeto de educação ambiental Barco Escola – Expedição pelo Igarapé. O projeto objetiva despertar na sociedade, através das crianças – como já é feito no Projeto Parque Escola do Unipraias – a necessidade de descartar o lixo em locais apropriados, de forma a não poluir ainda mais o Rio Camboriú e todo o meio ambiente.

Na terça, o lançamento será fechado para autoridades e imprensa, mas muito em breve a comunidade poderá conhecê-lo. A ideia do Barco Escola surgiu pensando nas cidades de Camboriú e Balneário, que possuem centenas de locais de descarte irregular de lixo e entulho ao longo das margens do rio Camboriú. São móveis velhos, eletrodomésticos, colchões, pedaços de metal, madeira e entulhos dos mais diversos largados no rio todos os dias.

- Publicidade -

O Barco Pirata (Barra Sul Turismo Náutico Ltda), junto com entidades de classe e poder público, já desenvolveu algumas ações pontuais de limpeza do rio. Na última, foram retirados média de 50 metros cúbicos de lixo das margens, em cerca de apenas 4 horas. “É como enxugar gelo”, lamenta Domingos Casemiro Pinheiros, sócio do Barco Pirata. 

“Sabemos que ações pontuais são importantes, mas não irão resolver o problema. Precisamos encarar esse desafio de maneira mais profunda, apostando no futuro, despertando nas crianças a necessidade de cuidarmos do meio ambiente, assim como o Parque Unipraias faz através do premiado Projeto Parque Escola”, continua.

Ele conta que seu filho de 12 anos participou de uma das ações de limpeza do rio Camboriú e que “o impacto nele foi transformador. Hoje, ele tem um novo olhar sobre a questão do descarte do lixo, sobre a importância de manter as margens dos rios limpas e é um verdadeiro fiscalizador nessa questão, em família e entre seus amigos”, diz.

O Projeto Barco Escola pretende revitalizar as margens deste rio que é o único recurso hídrico das duas cidades. O plano conta com a aquisição de uma embarcação específica e toda a experiência e conhecimento dos marinheiros, equipe do Barco Pirata e biólogos, para realizar um trabalho de conscientização nas crianças de escolas públicas e particulares da região.

“É uma excelente oportunidade para o poder público e iniciativa privada serem parceiros de um projeto que interage por um bem comum, que é a conservação do meio ambiente”, destaca Domingos.

Roteiro

O plano será dividido em duas etapas. Na primeira, alunos e professores são conduzidos de barco com os devidos equipamentos de segurança ao longo do rio Camboriú, com equipe de marinheiros e biólogo explicando sobre a importância do rio, sua conservação, descarte correto do lixo e outras informações. A previsão é que seja realizada uma parada para desembarque no Parque Ecológico Raimundo Malta e outra em Camboriú.

- Publicidade -

Em uma segunda etapa, munidos de equipamentos de segurança, alunos e professores realizam a limpeza das margens de resíduos sólidos, conferindo in loco a problemática da poluição. “Para que isso ocorra, precisamos que o trapiche do Parque Raimundo Malta seja revitalizado, conferindo mais segurança para o desembarque das crianças e professores”, finaliza Domingos.

Empresas que desejam ser parceiras dessa ação permanente podem entrar em contato com Domingos, através do fone (47) 99983-3319.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: