- Publicidade -
- Publicidade -
25 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Coral Villa-Lobos canta na praça Tamandaré em Balneário Camboriú nesta quinta-feira

Apresentação estava programada para 26 de novembro, mas foi adiada por causa da chuva

O Coral Villa-Lobos, de Itajaí, retorna ao palco da praça Tamandaré, nesta quinta-feira (8), às 20h, como parte da programação do evento “Natal de Brincadeiras BC”, da Secretaria de Turismo.

Esta será a segunda apresentação do Villa Lobos, que apresentou no dia 19 último e retornaria no dia 26, mas por causa do mau tempo, foi adiado.

O regente do coral, Alberto Damián Montiel disse que serão 45 minutos de boa música.

- Publicidade -

“São cerca de 30 coralistas e eles estão felizes de levar a arte coral para todos. Além de Balneário Camboriú, o coral vai participar de apresentações em Itajaí e Navegantes”, disse Damián.

Ele acrescentou que o coral é um dos poucos, senão o único que possui sede própria e recentemente todo acervo, que é extenso, passou por uma modernização e agora está disponível na internet.

Todo o acervo, com partituras antigas, registros fotográficos de apresentações e ensaios, além de documentos do dia-a-dia da Associação, foi recuperado, catalogado e disponibilizado em um site. 

A revalorização incluiu ainda a reforma de um espaço na sede do Coro para a conservação adequada do acervo físico, a montagem de uma exposição permanente e a produção de um documentário foi selecionado pelo Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura – Edição 2021 e executado com recursos do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura. 

História

Criado no início da década de 1970 por um grupo de amigos que queria cantar mais do que apenas músicas sacras, o Coro tornou-se referência em Santa Catarina. 

Em 2021 o grupo enfrentou o pior desafio de sua trajetória: a perda repentina do maestro Jair Maciel Rosa e dos musicistas Hildo Rahn e Nilton Silva, em um intervalo de menos de dois meses, vítimas de covid 19. 

“Este projeto foi o que precisava para que a gente pudesse renovar o ânimo e seguir em frente. Cada pessoa que passou pelo Villa deixou um pedacinho de si e isso transcende as nossas vidas, isso está eternizado”, diz a presidente da Associação, Marion Neubauer.

- Publicidade -

O acervo está disponível no endereço eletrônico www.coral-villa-lobos.com, com versões em português, espanhol e inglês. 

O documentário que faz parte do projeto,  “Vidas e Vozes: a história do Coral Villa-Lobos”, está na seção “Mídias” do portal e disponível com diferentes recursos de acessibilidade (Libras, LSE e audiodescrição) e com legendas em espanhol e inglês. 

A plataforma também disponibiliza a versão online do CD “Associação Coral Villa-Lobos – 34 Anos”. 

“Todo o trabalho de repaginada da sede, com conservação do acervo e agora um espaço virtual para que todas as pessoas conheçam um pouco da nossa história, como nós chegamos até aqui, é um passo importante para dar continuidade à trajetória do Villa-Lobos, um coro tão amado pela comunidade de Itajaí”, afirma a vice-presidente da Associação, Constantina Comicholi Rosa.

O projeto “Acervo Multimídia do Coral Villa-Lobos” foi selecionado pelo Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura – Edição 2021 e executado com recursos do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -