- Publicidade -
32.6 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Inaugurada a Art-Bit-BC galeria virtual de Balneário Camboriú é portal artístico para o mundo

Há muitos anos a literatura e o cinema antecipam, através da ficção científica e especulativa, inovações e conceitos que hoje vivenciamos. A realidade virtual, expandida ou aumentada, é um desses conceitos. Um projeto, contemplado e realizado com recursos da LICBC 2021 da Fundação Cultural de Balneário Camboriú, e proposto por um galerista de arte da cidade também ultrapassou a barreira da ideia e do conceito, e foi para a prática: uma galeria virtual, imersiva e responsiva.

Para comemorar a criação da Art-Bit-Bc, a Galeria Miu organizou um evento de comemoração, que aconteceu presencialmente no Beco do Brooklyn (Rua 1100, Baln. Camboriú) no dia 16/12 às 19h, com o apoio da “Marchand Beer” e “Estilo Molduras”. Durante a ocasião o público teve acesso ao projeto de realidade virtual e poderá experimentar as cervejas da Marchand Beer.

CONHEÇA A ART-BIT-BC:

Os amantes de arte podem agora navegar por exposições, prestigiar artistas e obras selecionadas por um time de curadores formado por reconhecidos profissionais e até mesmo interagir com outros visitantes a um clique de distância. A Art-Bit-Bc é uma galeria que funciona na realidade virtual e possibilita ao usuário realizar a fruição de variadas obras de arte visual como pintura, gravura, esculturas, audiovisual e muitas outras manifestações artísticas do conforto e segurança da sua casa. “Um espaço sem fronteiras, onde qualquer visitante, de qualquer lugar do mundo, pode se sentir em casa. O ponto de contato é a arte, e a tecnologia veio para facilitar isso. Então com um computador, ou com um óculos de realidade virtual, você pode ter uma experiência imersiva nessa galeria, passar o tempo que quiser. Experienciar e ser experienciado. Seja você de Balneário Camboriú, da China ou da Japão, é um ponto de encontro no universo, como se fosse o Aleph de Borges” afirma o galerista, que também é curador independente e fundador da galeria M.I.U.

Esse ponto de encontro será palco para divulgação e exposição de produções artísticas de diferentes linguagens e para a criação e exposição de arte e novas tecnologias, sempre tendo em vista o objetivo de tornar a arte mais próxima do público, proporcionar visibilidade cultural e valorização para artistas e criadores da cena.

Para conhecer basta conectar na internet e acessar o link https://hubs.mozilla.com/TivQnb4/artbitbc.

A Art-Bit-Bc é parte de um ambiente de realidade virtual que permite não apenas a fruição artística, mas também a sociabilização em tempos de cibercultura, onde o usuário poderá interagir com outros usuários em tempo real.

- Publicidade -

O acesso ao ambiente pode ser feito de duas maneiras: A primeira opção é através de equipamento de realidade virtual (óculos 3D) que permite uma experiência total de imersão em uma outra realidade. A segunda pode acontecer em tela plana, utilizando dispositivo eletrônico como computador, tablet e/ou celular, uma maneira de dar primeiro acesso e ampliar o público que não possui equipamento de realidade virtual.

A partir daí, o usuário terá a experiência completa tipo “walk through”, e poderá escolher onde quer ir e o que quer ver. Essa experiência, claro, estará limitada a um espaço delimitado para evitar que o usuário se perca no infinito binário.

Uma nova experiência: dois tempos em um só
O mundo cibernético abre possibilidades para a transformação do ser humano na medida em que a pessoa pode vivenciar as mais diversas experiências nesse espaço, não deixando de poder experienciá-las também no espaço-tempo em que está com os outros em sua corporeidade. É um espaço-tempo que se revela a quem o habita como um espaço-tempo próprio, no qual se pode ser o que se deseja ser, afrouxando os laços com a rede que constitui a realidade histórica e social, solo em que estamos e convivemos uns com os outros. As expressões do sentido, compreendido e interpretado, corporificam-se pelos modos de comunicação, como o da escrita, por exemplo. O mundo cibernético, mostra-se, então, como uma modalidade do mundo-vida, e, portanto, também constituído na dimensão histórica, social e cultural como são constituídas todas as ações e relações humanas.

- Publicidade -

Martin ainda lembra que a arte é como um vírus, se multiplica, se reproduz, infecta e evolui. E contaminar e ser contaminado por ela muda o mundo. “Por isso esse projeto é tão revolucionário, é local e global ao mesmo tempo, é contaminado e contaminador também. É em dois tempos do universo”, finaliza Martin.

Projeto realizado por meio de recursos da Lei de Incentivo à Cultura de Balneário Camboriú da Fundação Cultural de Balneário Camboriú.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -