- Publicidade -
- Publicidade -
24.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Livro para a infância “Ué! Má minha madrasta não é!” será lançado neste domingo em Itajaí

A educadora e autora Ana Paula Beling lança sua primeira obra literária no Teatro da Casa da Cultura Dide Brandão

A arte-educadora, atriz, cantora, produtora cultural, mãe e madrasta, Ana Paula Beling, estreia como escritora neste domingo (25), em Itajaí, quando lançará o livro “Ué! Má minha madrasta não é!”, no Teatro da Casa da Cultura Dide Brandão, às 16h. 

A obra conta uma história ficcional, apesar de inspirada na história real de Ana Paula como madrasta de Cícero, desde 2012. A entrada é gratuita.

A primeira obra literária de Ana Paula propõe um diálogo sobre um maternar diferente e tão marginalizado socialmente: o da madrasta. O objetivo é questionar e problematizar o estereótipo criado para toda e qualquer mulher que se torna madrasta: o de má. 

- Publicidade -

O livro é narrado por um menino que se relaciona bem com sua madrasta, mas influenciado por coisas que ouviu, parte em uma investigação para descobrir se sua madrasta é mesmo boa gente ou não. 

A obra literária para a infância busca construir uma nova narrativa possível para as madrastas e seus enteados, permitindo uma relação familiar de afeto, de respeito, de educação e de amor.

O projeto de Ana Paula Beling se concretizou em 2021, apesar do desejo de escrever um livro se fazer presente na vida da escritora há anos. 

A obra dialoga com o que a autora acredita e com o que deseja para o mundo. 

“Ser madrasta me preparou para ser mãe. Ser mãe tem me transformado em uma madrasta melhor. E o isolamento causado pela pandemia de Covid-19 reforçou os laços, estreitou as relações, ampliou as responsabilidades e firmou meu pertencimento como madrasta dentro do meu núcleo familiar. Sendo assim, hoje, madrasta de um menino de 12 anos, mãe de um menino de 3 anos, atriz, cantora, produtora cultural e arte-educadora que atua na escola desde a primeira infância até a adolescência, me arrisco, pela primeira vez, como escritora”, destaca.

O livro tem classificação indicativa livre, e é direcionado para bebês e crianças, entre 0 e 12 anos, professoras e professores, mulheres madrastas, famílias mosaico, famílias interessadas em literatura para a infância, adultos interessados em literatura para a infância, profissionais que pesquisam a infância e, ou, a literatura para a infância.

O livro conta com ilustrações da artista visual Ana Neves,  projeto gráfico de Daniel Olivetto e revisão de Édina Maria Calegaro. 

A publicação da obra é pela Rizoma Projetos Editoriais, e a viabilização pelo Edital Meu Primeiro Livro 2022, lançado pela Fundação Cultural de Itajaí. 

- Publicidade -

O livro será vendido no local do lançamento por R$ 30,00 (dinheiro ou pix) e, posteriormente, poderá ser adquirido diretamente com a autora, pelo e-mail: [email protected], ou no site da editora: www.rizomaeditora.com.br/.

Ao todo, serão distribuídos 340 livros em todos os 66 Centros de Educação Infantil de Itajaí e para outras duas escolas privadas da cidade nas quais a autora trabalha ou já trabalhou. Também serão disponibilizados 50 livros para a Fundação Cultural de Itajaí. 

A proposta da doação é fazer com que o livro seja distribuído para públicos variados e que novos debates e novas perspectivas sociais adentrem o mundo da infância. Além do livro físico, o projeto conta com uma versão em audiolivro publicada no YouTube, bem como uma carta da autora aos leitores e mediadores da leitura publicada virtualmente (disponibilizada em QRCode no livro impresso). 

Para mais informações, basta acessar o site:  www.avessaproducoes.com.

Sobre a autora

Nascida em 1991, na cidade de Itajaí, atua como atriz, diretora, cantora, escritora, arte-educadora e produtora cultural. É Mestra em Teatro pelo Programa de Pós-Graduação em Teatro (PPGT) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e Graduada em Teatro pela mesma instituição. Atualmente, exerce a função de arte-educadora na linguagem do teatro para os níveis de ensino da Educação Infantil, do Ensino Fundamental Anos Finais e do Ensino Médio, do Colégio de Aplicação da Univali (CAU), de Itajaí.

Sinopse do livro

Reprodução

Um encontro entre o estereótipo e a realidade. Um encontro, entre uma mulher e uma criança. Um encontro, entre uma madrasta e um enteado. Um encontro, entre afetar e ser afetado. Não há melhor encontro do que aquele que nos surpreende.

Ué! Má minha madrasta não é! nos convida a olhar para a “má-drasta” dos contos, uma madrasta egoísta e malvada, e depois de a analisarmos bem de pertinho, podemos conhecer uma madrasta diferente, que é parte deste mundo real, uma madrasta que cuida, participa e afeta.

Será mesmo que toda madrasta é má? Entre um bolo, uma bola, uma tarefa, o espaço de errar e acertar, mas muito mais do que isso, o espaço de se encontrar. Uma pista… essa história vai te emocionar! (Caroline Carvalho) 

Serviço:

  • O quê: Lançamento do livro para a infância Ué! Má minha madrasta não é!, de Ana Paula Beling
  • Quando: Dia 25 de junho (domingo)
  • Horário: 16h
  • Onde: Teatro da Casa da Cultura Dide Brandão – Centro, Itajaí (SC)
  • Entrada Gratuita.
  • Informação: O livro será vendido no local ao valor de R$ 30,00 (dinheiro ou pix) e, posteriormente, poderá ser adquirido diretamente com a autora, pelo e-mail: [email protected], ou no site da editora: www.rizomaeditora.com.br/.
  • Classificação indicativa: Livre
  • Mais informações: www.avessaproducoes.com

Texto: Camila Gonçalves

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -