- Publicidade -
- Publicidade -
27.5 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Sarau da Tainha celebra oito anos e segue desbravando mares

‘Oito Anos de Cerco Cultural’ foram celebrados no Festival Sarau da Tainha, que teve um público estimado de 500 pessoas durante todo o sábado (25), na Praça do Pescador, na Barra. 

Desde a caminhada pelo bairro, que começou de manhã, até os shows musicais de artistas catarinenses até a noite, o dia foi repleto de atrações que, de alguma forma, representam a alma do sarau, por estarem sempre junto ou perto da iniciativa que durante todo esse tempo promoveu a cultura de rua no tradicional bairro da Barra. 

(Foto Brasil Imagens)

Poesia, literatura, música, fotografia, cultura popular, e diversas manifestações da arte independente foram contempladas nas mais de 50 edições que já ocorreram naquele espaço, e nesse festival, que tem o gostinho especial de acontecer no seu local de origem: a Barra. 

- Publicidade -

Apesar de ser um evento já tradicional na cultura da cidade, não foram poucos os percalços do caminho, é sempre difícil conseguir apoio significativo por parte do poder público, até nas questões mais simples, como conciliar o calendário. 

(Foto Brasil Imagens)

Em muitas edições haviam outras atividades na praça, ignorando a necessidade de um espaço concentrado e disponível para o Sarau, que acontece a céu aberto. 

No Festival de sábado, por exemplo, havia um trator na praça, preparando a ‘decoração de Natal’, que ainda se agravou com a infelicidade de estourar um cano, abrir a calçada, fazer barulho, o que durou quase a tarde toda, e só parou minutos antes de iniciar o show de Dandara Manoela, uma das principais cantoras da cena catarinense, que estava esperando para se apresentar ao lado da obra municipal.

(Foto Brasil Imagens)

Outros Mares

Desde 2022 o Sarau da Tainha está seguindo um outro curso das águas. “Após anos ocupando a Praça do Pescador e após muitas solicitações do público para levarmos o evento para outros locais e cidades, criamos o Sarau da Tainha Outros Mares”, explica Deborah Boeira, uma das iniciadoras do Sarau, contando sobre a migração do sarau para outros territórios.

Em 2023 o  Sarau da Tainha – Outros Mares foi selecionado no edital estadual Elisabete Anderle e vão acontecer quatro eventos em 2024: um na Praça do Pescador (local de origem do projeto), um em Penha, um em Itajaí e um em Florianópolis. Em breve mais detalhes.

O Festival Sarau da Tainha – 8 Anos de Cerco Cultural teve o patrocínio da LIC. 

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -