- Publicidade -
- Publicidade -
17.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Cadastramento de motoristas de aplicativo começou em Balneário Camboriú

A expectativa é de cadastrar quatro mil ou mais destes trabalhadores

O recadastramento e cadastramento de motoristas de aplicativo que atuam em Balneário Camboriú – sejam moradores da cidade ou não (se atuar na cidade, mesmo que somente aos finais de semana/temporada ou em corridas esporádicas, precisa se credenciar) começou nesta quinta-feira (1º). 

A BC Trânsito estima que precisam se credenciar cerca de quatro mil motoristas.

Cadastramento é focado em regularizar o serviço

O diretor da BC Trânsito, Ricieri Ribas, disse que o município busca cadastrar e recadastrar motoristas para regulamentar e assim ter dados suficientes para atender a demanda de motoristas e analisar possíveis alterações para facilitar o trabalho de quem atua na cidade. 

- Publicidade -

“Motoristas de aplicativo geram impacto em nossa mobilidade, estão sujeitos à fiscalização de trânsito, e também procuramos autuar quem diz que atua por aplicativo, mas na verdade não utiliza nenhuma plataforma, e sim faz esse serviço cobrando à parte, o que é irregular”, explica.

Todos que atuam na cidade precisam se credenciar

Ricieri salienta que todos os motoristas que atuam em Balneário, seja morador e aqui trabalhe todos os dias como ainda aqueles que vêm para o verão ou apenas em finais de semana, precisam se cadastrar. 

“Nosso último levantamento, teve cerca de dois mil veículos cadastrados, hoje estimamos o dobro ou até mais do que isso. É uma estimativa, um dado ainda não confirmado. Todos precisam se credenciar: quem trabalha todos os dias, quem vem só para fim de semana ou temporada ou quem mora em outra cidade da região e acaba fazendo corrida aqui até voltar para casa”, acrescenta.

Taxa de cadastro

Quando o motorista procura fazer a adesão, entra com protocolo e paga a taxa de tramitação. Quem é pessoa física precisa pagar o alvará e quem é MEI, não, pois já contribui diretamente com o Governo Federal. 

“Se entrar agora e quer trabalhar em dezembro, paga a fração de 1/12 avos, e se pagar em janeiro, paga o ano todo. A maioria dos motoristas que chegam até nós são MEI, pois hoje motorista por app é profissão e eles buscam por essa redução de custos através do MEI”, pontuou.

Fiscalização é contínua

Ricieri aponta que a fiscalização dos motoristas é contínua e feita pelos Agentes de Trânsito, mas que agora no verão ela pode se intensificar por conta do volume maior de veículos. “Geralmente orientamos, pedimos para buscarem o BC Trânsito, mas se flagramos mais de uma vez quem não se regulamentou, será autuado porque está irregular e está ciente disso. Pedimos que os motoristas se regulamentem, por questão de segurança e assim não ficarem passíveis de autuação; que todos que forem trabalhar em Balneário entendam que temos entraves de mobilidade agora no verão, e que lembrem que precisam respeitar as leis e sinalizações de trânsito”, completou.

Como fazer o cadastro e recadastro

O cadastro e recadastro de transportes por aplicativos são feitos via plataforma 1Doc e são supervisionados pela BC Trânsito. Para mais informações, ligue para (47) 3267-7001 ou compareça no balcão de atendimento da BC Trânsito, que fica na Av. Santa Catarina, 701, no Bairro dos Estados.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -