- Publicidade -
- Publicidade -
19.4 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Retrospectiva – Mobilidade Urbana: BC Trânsito quer melhorar mobilidade de Balneário Camboriú, com ampliação de malha cicloviária e obras

O tema trânsito é bastante amplo, englobando desde mobilidade, como segurança, estacionamento rotativo e até mesmo transporte coletivo – este último foi o mais discutido em Balneário Camboriú no ano de 2022, com a concessionária responsável chegando a suspender a maioria das linhas por falta de verba (hoje, estima-se que 1.800 pessoas/dia utilizem o transporte, quando a expectativa da empresa gira em torno de 5 mil, para acontecer o ‘reequilíbrio econômico). 

(Divulgação/PMBC)

O diretor da autarquia BC Trânsito, Ricieri Ribas, participou da retrospectiva do Página 3 e aborda as ações implementadas em 2022 e desafios para 2023. Acompanhe.

Ampliação da malha cicloviária

(Divulgação/PMBC)

O diretor da autarquia BC Trânsito, Ricieri Ribas, conta que em 2022 tiveram grandes desafios e ações, como dar andamento em todos os cruzamentos semaforizados com sinal de pedestre e também onde cruzam ciclovia com sinal especial, focando em ciclistas. 

- Publicidade -

Também tiveram, dentro do Plano Cicloviário, as extensões e conexões de ciclovias, como na Rua Emanuel Rebelo dos Santos, na Barra, e agora estão avançando para a implantação nas ruas Jardim da Saudade e Hermógenes de Assis Feijó, ampliando a malha cicloviária na região sul da cidade. 

Para 2023, a BC Trânsito pretende tirar do papel a ciclovia e um binário para o Bairro Vila Real, junto das ruas Dom Afonso e Dom Diniz, ligando com a ciclovia da Avenida Atlântica até a Rua 3.700. 

Operações e Educação para o Trânsito

(Divulgação/PMBC)

Através dos Agentes de Trânsito, Ricieri salienta que fizeram diversas fiscalizações de trânsito junto aos motoristas por aplicativo, além de barreiras integradas com as demais forças de segurança, como a operação Ruído Zero, que é uma das principais reclamações da comunidade, além da implementação (50%, neste momento – os outros 50% devem ser instalados em meados de 2023) das placas de informações turísticas pela cidade, junto da Secretaria de Turismo. 

“Temos também o departamento de Educação para o Trânsito, que hoje é a Escola Pública de Trânsito, e começou em 2022. Em 2023 vamos ter uma sede própria para a Escola, onde poderemos ofertar cursos e atender de forma melhor as escolas do município, não somente as faixas etárias iniciais, mas também os adolescentes, que são os futuros motoristas. Por isso, a nossa expectativa para 2023 é de muito trabalho”, pontuou.

Transporte coletivo

O diretor não deixou de citar a questão do transporte público da cidade, que deu o que falar em 2022, com a concessionária responsável (PGTur) chegando a suspender linhas por falta de verba (mas conseguiram um valor de R$ 2,1 milhões via Governo Federal e mantiveram o transporte, ao menos pelos próximos três meses). 

“É um tema bem sensível, mas sabemos da necessidade do transporte, mesmo com o baixo número de usuários. Nós da BC Trânsito, alinhada com a equipe técnica e demais pastas envolvidas, estamos fazendo todos os esforços, estudos e buscas por uma solução melhor para o transporte coletivo. Com base nisso, já estamos com um projeto em andamento de um plano de trabalho com o município de Camboriú, o qual se inserirá automaticamente no Promobis, que é o projeto de consórcio dos municípios da AMFRI, a qual Balneário e Camboriú já estão inseridos com um tema de adesão”, informou.

Obras para melhorar o sistema viário

Ricieri explicou que buscarão ainda mais melhoras no sistema viário, bem como buscando implementar novas entradas e saídas, eixos de ligação no município, como também continuar a ‘batalha’ junto da Arteris Litoral Sul e ANTT, para que façam melhorias nos acessos do município, que acaba sendo prejudicado ‘pela falta de atenção e olhar’ de ambos [Arteris e ANTT]. 

- Publicidade -

“Mas é importante salientar também que, em 2022, tivemos a abertura do Centro de Eventos, que foi apoiado pela BC Trânsito, com a criação do plano de gestão de trânsito nos arredores, sendo que já começaram as obras da terceira pista, que é de responsabilidade do Centro de Eventos, e temos monitorado todas as ações do bairro, junto com a Secretaria de Planejamento, buscando também a continuidade da Rua Raposo Tavares, conectando ao Bairro Nova Esperança, para criar novos eixos de entrada e saída”, pontuou.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -