- Publicidade -
- Publicidade -
27.8 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Transporte coletivo segue normal em Balneário Camboriú, empresa está até contratando motoristas e zelador

Vereador quer informações já que a última parcela do subsídio foi paga pela prefeitura em fevereiro

O vereador Eduardo Zanatta entrará com pedido de informação na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú para saber se a PGTur (BC Coletivo) seguirá operando o transporte coletivo em Balneário Camboriú, pois a última parcela do subsídio de mais de R$ 2 milhões repassado à empresa pela prefeitura, via Governo Federal, foi paga em fevereiro.

Em 2022, a empresa ameaçou parar com o serviço (linhas chegaram a paralisar) alegando que não havia ‘equilíbrio financeiro’ (poucas pessoas utilizam o transporte coletivo em Balneário), mas após a prefeitura conseguir, via Governo Federal, uma verba de mais de R$ 2 milhões, em dezembro, foi feito um acordo de que a empresa seguiria até que o tal subsídio fosse pago (a última parcela em fevereiro).

No entanto, fevereiro acabou e a empresa segue atendendo.

- Publicidade -

Vereador recebeu informação de que linhas diminuíram, a empresa nega

O presidente da Comissão Especial de Transporte Público da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, vereador Eduardo Zanatta, disse ao jornal que quer saber como está o contrato da empresa com a prefeitura e se o transporte coletivo realmente seguirá, já que o entendimento era de que a PGTur só continuaria operando até o subsídio cobrir os custos, e a última parcela foi paga em fevereiro. 

“Solicitei cópias das ações que foram tomadas a partir do relatório da Comissão (entregue em dezembro, relembre aqui), pois fomos informados de que a prefeitura não teria multado a empresa e apenas notificado. Sigo acompanhando o tema de perto, tanto os encaminhamentos do Ministério Público quanto solicitando informações por parte da prefeitura, porque queremos explicação do que está sendo feito, pois a comunidade precisa de transporte público de qualidade”, disse.

Zanatta informou ainda que foi informado que a PGTur se mantém, mas que há o receio quanto a diminuição de linhas. 

“Hoje temos esse contrato vigente no município, entre a prefeitura e a PGTur, e enquanto existir esse contrato não pode ser contratada uma nova empresa, mas eu fui informado por moradores de que teriam ocorrido mudanças nos horários, principalmente nas praias agrestes”, acrescentou.

Empresa confirma que continua operando 

Através da assessoria, a PGTur confirmou ao Página 3 que seguem trabalhando normalmente na cidade, sem alterações, seja demissões ou diminuição de linhas. Foi pontuado que qualquer alteração será avisada antecipadamente pela empresa.

Vagas na PGTur

A PGTur está inclusive com vagas de emprego abertas para motorista e zelador, para trabalhar em Balneário Camboriú e com início imediato. 

Para motoristas, a exigência mínima é que o candidato possua CNH D ou E, com EAR e Curso para Transporte Coletivo de Passageiros.  

- Publicidade -

Para zeladoria, é necessário disponibilidade de horários, experiência nas rotinas diárias da função e preferencialmente morar nos bairros da região sul da cidade. 

Os currículos podem ser entregues pessoalmente na sede da PGTur em Balneário Camboriú, na Rua José Honorato da Silva, 696 – Nova Esperança, ou pelo e-mail [email protected]. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (47) 3170-0250 ou Whatsapp (47) 98810-0001.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -