- Publicidade -
- Publicidade -
27.5 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Economia na Semana

Planos de crescimento 

A catarinense Altenburg, empresa centenária do segmento têxtil, com cinco plantas, sendo quatro no Brasil e uma no Paraguai, líder na produção de travesseiros na América Latina, planeja dobrar de tamanho em quatro anos. Com crescimento anual na ordem de 10% nos últimos anos, o projeto terá como meta alcançar o faturamento de R$ 1,2 bilhão em 2027. A companhia buscou a consultoria desenvolvida pela empresa O4B, baseado na metodologia GTM, do inglês go to marketing, com foco na expansão dos negócios para novos nichos e reforçar o posicionamento da marca. A Altenburg é uma empresa familiar e é considerada uma das maiores indústrias têxteis do país. São quase 2 mil empregos gerados diretamente, mais de 10 mil pontos de venda e 15 lojas próprias. A indústria leva todos os meses mais de 1,6 milhão de produtos por todo o Brasil e América Latina. 

Métodos extrajudiciais 

- Publicidade -

Um empresário de Brusque já usa os métodos extrajudiciais há quase 20 anos em mais de 1.500 contratos imobiliários. Desde 2002, ele utiliza os MASCS (Métodos Adequados de Solução de Conflitos) e já resolveu cerca de 200 casos envolvendo contratos desta forma (conciliação, mediação e arbitragem). Com a grande experiência que teve nos últimos anos com esses métodos, foi taxativo ao afirmar que as soluções fora da Justiça Estatal são efetivamente mais rápidas, mais fáceis de serem cumpridas, menos burocráticas, menos conflituosas, baratas no comparativo com a morosidade de Judiciário. “No Poder Judiciário há uma demora muito grande para resolver as demandas. A Justiça tardia não é Justiça. A demora pode quebrar uma empresa”, avalia o empresário. 

Contas públicas 

A projeção do atual governo, agora, é de um rombo de R$ 203 bilhões nas contas do Tesouro Nacional. Em março, na primeira previsão oficial para o resultado do ano, se mencionou um déficit de R$ 107 bilhões. Até se falou em um objetivo de não deixar com que fosse mais de R$ 50 bilhões. As demandas sociais são urgentes, mas sem sustentabilidade financeira já sabemos o resultado de como tudo termina: o gasto sem controle que aumenta o juro, reduz investimento e retrai a economia com a recessão. Evidente que existem várias variáveis, tais como preço do petróleo, commodities e economia global e tudo pode mudar. Mas já existem os sinais de um governo que expande o gasto público, visa aumento de arrecadação com mais imposto e pouco se fala em cortes. O curioso é que pode-se gastar menos do que o estimado de déficit mais pela letargia da máquina e da burocracia do que por méritos próprios. É que, tradicionalmente, o governo não consegue gastar todo o orçamento pelas tradicionais travas da gestão pública: falhas em projetos, licenciamento ambiental e abandono de obras. 

Conexões 

Lamentavelmente, com frequência cada vez maior, Balneário Camboriú divide as notícias positivas nas seções de economia e frivolidades com as negativas, nas  policiais da mídia nacional e até internacional. No desmantelamento de um grupo suspeito de captar R$ 1 bilhão com pirâmide financeira e ostentar vida de luxo, alvo da Polícia Federal na Operação Ouranós, a “Dubai brasileira” marcou presença destacada. Uma particularidade: o crime começou ali e depois se espalhou Brasil afora, ludibriando milhares de pessoas. Os dados a operação são impressionantes: envolveram 12 pessoas físicas e mais de 50 empresas, com bloqueio e sequestro de aproximadamente R$ 400 milhões em bens, dos quais 473 imóveis, 10 embarcações, uma aeronave, 40 veículos de luxo e alto luxo, mais de 111 contas bancárias, além de três fundos de investimento. 

Fora da pauta 

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou requerimento que retirou de pauta a proposta de emenda constitucional 221/19 que visa reduzir a carga horária de trabalho semanal de 44 horas para 36 horas. Foi aprovado por 30 votos a 25. Apenas as federações PT/PCdoB/PV e Psol-Rede e o governo orientaram contrários à retirada. Caso ocorra a aprovação da PEC pela CCJ, ela ainda terá de passar por uma comissão especial, antes de chegar ao plenário. 

- Publicidade -

Reforço de investimentos 

Estimulado pela alta no setor, o Hotel Monthez anunciou um reforço no pacote de investimentos, que ultrapassa R$ 4,5 milhões até dezembro de 2024. O pacote de investimentos aprovado pelos sócios mira o segmento bleisure, tendência na hotelaria aplicada para acomodações que atendem hóspedes para finalidades em negócios, quanto para lazer. Mesmo enfrentando a crise hoteleira durante a pandemia, a atual gestão é marcada por números positivos. Só em 2023, o Monthez cresceu 30% em faturamento, em comparação com o ano anterior. Conseguiu segurar a régua na média em 10% de crescimento de ocupação nos outros anos. 

Gestão terceirizada 

O Monthez já teve sua gestão terceirizada por uma rede hoteleira, mas a experiência foi negativa. A gestão voltou às mãos da família em 2008 e os investimentos feitos fogem da intenção em vender o hotel ou terceirizar sua gestão novamente. Hoje, os sócios tem interesse em dar continuidade com a operação e com os investimentos. 

Planos imobiliários 

Fundado por Hylário Zen em 1992 para ser um hotel de luxo na cidade de Brusque, o Monthez hoje busca se posicionar dentro deste propósito, com aspirações na hotelaria de luxo, mas não a ponto de tornar-se um hotel boutique. Embora a família Zen também seja ativa no setor da construção civil através da Hez Empreendimentos Imobiliários, a empresa ainda não tem projetos na área para o Hotel Monthez. A possibilidade de explorar obras como condomínios de casas ou residenciais verticais no terreno do hotel já foi levantada, mas não passa de uma possibilidade por enquanto. 

Desperdício 

Num pacote de projetos que o governador de SC enviou para deliberação do Legislativo está um programa de investimentos imobiliários que possibilita a venda de imóveis do Estado ou, ainda, permutá-los ou destiná-los para cotas em fundos de investimento. Outra opção é cedê-los ou autorizar o uso de alguns deles para associações e entidades educacionais, culturais ou de utilidade pública. Melhor assim. O que enfurece o pagador de impostos é vê-los abandonados à sua própria sorte. 

Empregos em outubro 

Em outubro, o Brasil gerou 190,3 mil postos de trabalho com carteira assinada. Com isso, acumula ao longo do ano, um saldo positivo de 1,78 milhão de novas vagas em todas as unidades da Federação, em quatro dos cinco agrupamentos econômicos que constituem o levantamento. A exceção foi a Agricultura, que teve saldo negativo. O saldo positivo de outubro resulta das 1,94 milhão de admissões e dos 1,76 milhão de desligamentos registrados no mês. A maioria dos empregos formais foram criados nos setores de Serviços (109,9 mil) e do Comércio (49,6 mil).  

Empregos em SC 

Em outubro, SC gerou 12,0 mil novas vagas formais de trabalho na economia. Os dados revelam que o estado ocupa a quarta posição do país na geração de empregos. As contratações seguem impulsionadas por setores diretamente ligados ao consumo das famílias. No ranking, estão os líderes São Paulo (+69,4 mil), Rio de Janeiro (+18,8 mil) e Paraná (+14,9 mil). Das vagas em SC foram registradas 6,7 mil no setor de serviços, 3,4 mil no comércio, além de 1,2 mil na indústria e 777 na agropecuária. Os municípios destaques em outubro foram: Joinville (+1.624), Florianópolis (+885), São José (+872), Itajaí (+831), Palhoça (+805), Criciúma (+604), Chapecó (+446), Balneário Camboriú (+377), Jaraguá do Sul (+291) e Blumenau (+289). 

Mais impostos 

Seis governadores do Sul e Sudeste enfrentam resistências em suas bases nas Assembleias Legislativas para aprovar o anunciado aumento do ICMS para compensar perdas que eles dizem que terão com a reforma tributária. Os deputados estaduais temem possíveis desgastes provocados pela medida, considerada impopular. Resistência que não existe em SC diante da aparentemente inabalável decisão do governador de não elevar tributos. 

Turistas estrangeiros 

Com menos de um mês para o verão, SC já está preparada para receber pessoas de todo o Brasil e do mundo. Segundo o Sistema de Inteligência Turística de SC, o estado aguarda um número expressivo de turistas internacionais também será maior que em 2022 em 146%, sendo os argentinos a maior parcela, seguidos dos chilenos e paraguaios. Além disso, os dados apontam que haverá aumento no fluxo aéreo de 10% comparado com o ano anterior. Ainda, o fluxo marítimo também apresenta um crescimento de 62%, em que as cidades de Balneário Camboriú, cinco navios, Itajaí, quatro navios e Porto Belo, três navios, terão mais embarcações previstas para 2023, e no total, serão ofertados 370 mil leitos. Somente Balneário Camboriú, entre 28 de novembro e 27 de abril, terá uma escala de 60 cruzeiros na cidade.  

Multilog inaugura novo Porto Seco 

A Multilog, uma das maiores operadoras de logística integrada do Brasil, está inaugurando o novo Porto Seco de Dionísio Cerqueira (SC), unidade alfandegada instalada na divisa com a Argentina e conexão com os demais países do Mercosul. O empreendimento, que recebeu R$ 50 milhões em investimentos, irá expandir as operações da empresa, alavancar a economia local, impulsionar o comércio exterior brasileiro, ao trazer agilidade à cadeia de suprimentos no bloco sul-americano.  O empreendimento, construído para atender as demandas do intenso fluxo terrestre de importação e exportação, será o principal ponto de conexão de Santa Catarina com a Argentina e um dos principais hubs de comércio exterior entre o Brasil e o Mercosul. A nova unidade reforça a atuação da Multilog em portos secos de fronteiras. 

Atacadistas, mas compactos 

Como boa parte dos consumidores está preferindo fazer compras em supermercados no modelo atacadista, que oferece preços mais acessíveis, empresas do setor em SC estão investindo também em lojas compactas nesse segmento. A opção preferida é transformar supermercado normal, bem localizado, em atacadista compacto. Entre as empresas que já aderiram a esse modelo por conversão de lojas estão os grupos Koch (com a rede Komprão), Pereira (Fort Atacadista), Angeloni (Super A) e Cooper (Cooper Atacarejo). Entre as vantagens estão o fato de serem lojas menores conhecidas. 

EUA e Brasil 

O presidente da Associação Brasileira de Barcos e Seus Complementos comparou os mercados dos Estados Unidos e do Brasil. Atualmente, nos EUA existe um barco em atividade para cada 25 ou 26 pessoas, enquanto no Brasil é um barco para cada 300 pessoas, o que mostra grande potencial do mercado brasileiro. O setor conta com preços para quase todos os bolsos porque os valores cobrados de embarcações vão de R$ 70 mil a mais de alguns milhões. Os mais vendidos são os de porte médio, com 30 pés, que custam, em média, entre R$ 400 mil e R$ 700 mil. Um destaque em infraestrutura em SC é a Marina Itajaí que abriga, de forma permanente, quase 300 barcos. 

Lavagem de dinheiro em SC 

Santa Catarina terá reforço nas ações contra facções criminosas e crimes de lavagem de dinheiro, em uma união de esforços entre a Polícia Federal, a Polícia Civil e a Polícia Penal. O Estado passa a integrar a rede de Forças Integradas de Combate ao Crime Organizado, que foi instituída em todo o país em julho pelo Ministério da Justiça, como parte do pacote de ações contra o crime. A base da força-tarefa é a integração. O grupo segue o modelo norte-americano, em que cada instituição trabalha em paralelo e troca informações para fins de inteligência. Estão na mira as ações do crime organizado com enfoque em facções criminosas, tráfico de drogas, roubo, furto e lavagem de dinheiro, um tipo de crime bastante comum em SC. O estado é alvo recorrente de operações que miram na organização financeira dos grupos criminosos. 

Latam 

Mais eficiente e competitiva, a Latam inaugurou em novembro o voo direto Florianópolis-Santiago. A sexta rota da companhia entre Brasil e Chile deve movimentar mais de 80 mil passageiros por ano. Esta é a primeira vez que a empresa opera o voo de forma regular e não mais somente durante a alta temporada de fim de ano. O novo voo é operado diariamente em aeronaves Airbus A320 (capacidade para 12 passageiros em cabine Premium e 162 em Economy) com duração média de 3h46. Na prática, o voo Florianópolis-Santiago direto reduz em 50% o tempo da viagem aérea entre as cidades na comparação com um voo com conexão. Atualmente a Latam também opera voos diretos entre Santiago e os aeroportos de São Paulo (Guarulhos) 44 vezes por semana, Rio de Janeiro (Galeão) 17 vezes por semana, Porto Alegre 4 vezes por semana, Curitiba 3 vezes por semana e Belo Horizonte 3 vezes por semana. 

MadeiraMadeira 

A semana de Black Friday começou e a MadeiraMadeira, principal plataforma online de móveis e decoração da América Latina, em sintonia com as expectativas do mercado que prevê uma forte demanda para esse ano, tem registrado uma grande movimentação em seu app, site e Guide Shops, reforçando a enorme expetativa de consumo do público em uma das datas mais tradicionais do ano. Durante alguns dias, a plataforma da MadeiraMadeira atingiu um pico de acesso, ultrapassando os 8 milhões de visitantes simultâneos. O aplicativo também se destacou, somando uma base mensal de 2,4 milhões de usuários e mais de 9 milhões de downloads. 

Bazar das Fábricas 

De 7 a 9 de dezembro, a Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr) realiza a 10ª edição do Bazar das Fábricas, na Villa Schlosser. No local, serão comercializados peças masculinas, femininas, infantil, moda fitness e plus size de 15 empresas associadas participantes do evento. Nos dias 7 e 8, quinta e sexta-feira, o atendimento será das 12h às 20h. Já no sábado, dia 9, o bazar funcionará das 9h às 18h. Mais informações (47) 99914-6249. 

Educação financeira 

A dependência financeira faz com que muitas mulheres permaneçam em relacionamentos abusivos, por isso, saber lidar bem com as próprias finanças e ganhar o próprio dinheiro é algo muito importante. Segundo a Martello EF, empresa que abocanhou investidores no programa Shark Tank Brasil ao oferecer uma metodologia própria, é muito comum que em muitas famílias o assunto dinheiro fique apenas nas mãos dos homens. Muitas mulheres que não fazem ideia do que acontece na vida financeira da família, pois o tema é uma espécie de tabu e não se fala sobre ele. Nestas situações, é nítido que a mulher tem um perfil bastante dependente, o que pode ser um problema. Quando aprendem a fazer as próprias escolhas financeiras e a ganhar o próprio dinheiro, as mulheres ajudam a família a prosperar e ganham liberdade para estar ou não em um relacionamento. 

Vitória 

O deputado Marcel van Hattem, do Rio Grande do Sul, conseguiu o apoio de 170 deputados (8 de SC) e a CPI do Abuso de Autoridade do STF e TSE será protocolada na Câmara dos Deputados nos próximos dias. Parte da adesão decorreu do apoio de mais de 500 mil pessoas que participaram de um abaixo-assinado pela CPI. 

O povo pede 

O Ministério Público de SC está concluindo seu Plano Geral de Atuação. Sua base vem de inédita pesquisa popular em que a área criminal foi a mais apontada como prioridade da instituição nos próximos anos, seguida da moralidade administrativa e da infância e juventude. Quase mil pessoas em 173 municípios ajudaram com sugestões. 

Mais procurado 

Notícia para animar o trade turístico catarinense. SC é o terceiro Estado mais procurado por brasileiros para viagens nos próximos meses, segundo o site Booking.com. Em um estudo que considerou as buscas realizadas por viajantes brasileiros no site entre 18 de setembro e 1º de outubro deste ano, para estadias em novembro e dezembro de 2023 e janeiro de 2024, SC só fica atrás de São Paulo e Rio de Janeiro. 

Saber jurídico? 

Deprime ver jovens operadores do Direito diante dos fatos destes dias, com a indicação do ministro da Justiça, Flávio Dino, para a STF, não por seu notório saber jurídico e sim por seu notório saber político. Escancara a Suprema Corte, a exemplo do que também fez Bolsonaro, como uma arena política. 

Natal em Pomerode

A Festa de Natal em Pomerode, a Weihnachtsfest, foi marcada por muita emoção. A cidade mais alemã do Brasil está toda enfeitada e iluminada, trazendo uma experiência com muita tradição e cultura, até o dia 23 de dezembro. A programação ocorre sempre de quinta-feira a domingo, com diversas atividades, religiosas e gastronômicas. O primeiro fim de semana do Advento, trouxe na programação destaques como o Desfile de Lanternas e o Culto Ecumênico com Encontro de Corais, no Teatro Municipal, ambos programados para o último domingo, 3 de dezembro. O desfile das lanternas tem uma história interessante. Contam que as lanternas eram colocadas nas janelas das casas dos alemães, na véspera de Natal, para iluminar o caminho dos mineiros que iam trabalhar. O trajeto inicia na Rua XV de Novembro e segue até o Centro Cultural, passando pela Rua Pedro Zimermann e também pela Rua Coberta. 

Music Park 

O Music Park BC, casa de shows do Grupo All, em Balneário Camboriú, completa 10 anos em 2024, e para comemorar uma década de grandes momentos preparou uma agenda cheia de nomes do cenário nacional para a temporada de verão, que terá abertura dia 28 próximo. Serão cinco datas de shows até o dia 2 de fevereiro. A programação inicia com três sucessos nacionais: LZNNON, Ferrugem e Weigh, e depois em novas datas, sobem ao palco nomes como Lulu Santos, Raça Negra, Luiza Sonza, Nando Reis e Nenhum de Nós. A casa promete agitar o verão do litoral catarinense com opções para todos os gostos. 

Minibarragens e dragagem 

A série de enchentes registradas no Vale do Itajaí entre outubro e novembro provocou uma pressão no governo de SC por obras de prevenção. Prefeitos e empresários do Vale do Itajaí cobram que saiam do papel os projetos previstos há mais de uma década pela Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica). A preocupação é evitar que se repitam os prejuízos dos últimos meses. Blumenau e Rio do Sul, por exemplo, enfrentaram seis inundações no período. Cidades como Pouso Redondo e Trombudo Central passaram por enchentes históricas. A última, inclusive, ficou devastada pela força das águas e quase metade da população acabou atingida. Além dos impactos para quem perdeu tudo dentro de casa, a situação reflete na economia e nos cofres públicos. Dar vida às propostas elencadas lá atrás vai exigir força política dos gestores, para fazer com que o governo federal ajude a pagar a conta. O custo estimado para as sete obras consideradas prioritárias é de aproximadamente R$ 4,5 bilhões e o Estado afirma não ter condições de bancar sozinho. Outra frente é mobilizar o Fórum Parlamentar Catarinense para conseguir emendas. 

Fairtec 2024

Dia 28 foi realizado o lançamento da Feira Tecnológica da Construção Civil (Fairtec) 2024 na Sociedade Esportiva Bandeirante, em Brusque. A edição do próximo ano acontece entre 12 e 15 de setembro de 2024 no Centro de Eventos. O lançamento reuniu associados do Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário de Brusque, Guabiruba, Botuverá e Nova Trento, além de empreendedores e entusiastas do setor. A expectativa é reunir mais de 80 empresas expositoras, que apresentarão soluções tecnológicas e inovações de produtos e serviços para a construção civil. Realizada a cada dois anos pelo Sinduscon, a Fairtec conta com a organização da Andrade Eventos e com apoio do Sebrae-SC e da Federação das Indústrias de SC (Fiesc). 

Custeio 

Atendendo consulta da prefeitura de Blumenau, o Tribunal de Contas do Estado está esclarecendo todos os 295 municípios de SC: eles não podem incluir despesas com vigilância armada de escolas para atingir o mínimo constitucional de 25% da receita corrente líquida com gastos de educação. Só podem aquelas inerentes aos serviços de vigilância própria do ambiente escolar. 

Mais notícias acdiegoli.blogspot.com

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -