- Publicidade -
- Publicidade -
16.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Economia na Semana

Primeira em SC

A Sephora, a maior rede de produtos de beleza do mundo, irá expandir e abrir sua primeira loja em SC. A marca que, até o momento, estava presente no estado com uma pop up store, agora contará com uma loja no pavimento 1.2 do Balneário Shopping. O layout seguirá o padrão internacional da marca e irá contar com o portólio de marcas exclusivas que a rede possui, como por exemplo Mars, Sephora Collection, Fenty Beaty, Anastasia Beverly Hills, Sol de Janeiro, Drunk Elephant, KVD Beauty, Kylle Cosmetic, Kyllie Skin, entre outras. A expectativa é que a inauguração ocorra em setembro.

- Publicidade -

Leão

Santa Catarina perdeu no ano passado R$ 258 milhões em recursos que poderiam ser destinados para projetos para crianças, adolescentes e idosos. O contribuinte tem direito a encaminhar parte do Imposto de Renda para o Fundo da Infância e Adolescência (3%) e ao Fundo do Idoso (3%) em sua cidade e região. Dinheiro que ficaria aqui, mas vai para os cofres da União. Em 2021, o potencial de SC recolher do Imposto de Renda para os dois fundos era de R$ 271 milhões, mas só alcançamos R$ 12,2 milhões (4,5%). A falta de informação, burocracia e desconforto explicam os números. A destinação aos fundos só é possível no modelo completo e não no simplificado e, ao contrário da declaração convencional, que pode ser parcelada, ela se dá com antecipação de receita e em parcela única.

Havan em Manaus

Após longo período de negociações, a Havan anunciou a inauguração da primeira loja no estado do Amazonas. Um corretor de imóveis que representa a empresa como consultor, estava a menos quatro anos nas investidas e pesquisas por Manaus. Por fim esta operação nem será de rua, e sim num shopping, o Manaus Via Norte, mas a empresa não descarta em breve numa segunda loja na cidade. A abertura deve ocorrer dia 25 de junho, um dia antes da empresa comemorar 36 anos. Serão gerados 150 novas vagas de emprego direto e cerca de 650 indiretos.

- Publicidade -

Procura-se

Ouve-se, lê-se e vê-se copioso noticiário em SC quanto à falta de leitos pediátricos, mas uma das causas não vem à tona. Nos hospitais municipais, por exemplo, quando se fala em criar leitos pediátricos bate o desespero nos prefeitos devido à imensa dificuldade de encontrar médicos pediatras, que tem se transformado em profissionais raros. Há casos de salários superiores a R$ 20 mil e não aparecem interessados.

Erva-mate

- Publicidade -

A erva-mate do Planalto Norte de SC recebeu o selo de Indicação Geográfica (IG) na categoria Denominação de Origem (DO). Esta é a sétima IG conquistada por SC, conferida pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) a produtos ou serviços que são características do seu local de origem, o que lhes atribui reputação, valor intrínseco e identidade própria, além de os distinguir em relação aos seus similares disponíveis no mercado.

SC competitiva

O Estado possui competitividade industrial superior à brasileira, comparável a países como Arábia Saudita, Austrália e Macedônia do Norte, conforme o documento da Fiesc. De acordo com o estudo, o Índice de Competitividade Industrial (ICI) do Estado é considerado elevado, em 0,167 e comparável apenas ao de São Paulo com 0,168. Os dados analisados são de 2019, quando o Brasil apresentou nível intermediário, próxima à Argentina, Indonésia e Marrocos. Com complexidade e especificidade em cada região, é possível citar uma série de exemplos de indústrias que buscam expansão e que contam com a credibilidade da produção catarinense no mercado, tanto interno, quanto no exterior.

Contingenciamento

O Ministério da Economia anunciou o contingenciamento adicional de R$ 8,2 bilhões no orçamento da União para cumprir o teto de gastos. O novo bloqueio será somado ao contingenciamento de R$ 1,7 bilhão do primeiro semestre. Também foi anunciada a redução da previsão do déficit primário de R$ 66,9 bilhões para R$ 65,5 bilhões. Houve ganho na arrecadação de R$ 49,1 bilhões. A receita ainda não leva em conta a estimativa de R$ 25,4 bilhões com a privatização da Eletrobrás. Os números foram anunciados no Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do Segundo Bimestre de 2022.

Pré-sal

O governo federal, por meio do Banco do Brasil, vai repassar R$ 7,7 bilhões para todos os estados , para o Distrito Federal e 5.569 municípios do valor relativo à arrecadação dos bônus de assinatura do leilão dos excedentes para exploração de petróleo e gás natural da cessão onerosa dos campos de Sépia e Atapu, no pré-Sal, de acordo com informações do Ministério de Minas e Energia. O valor está sendo pago. O leilão foi realizado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) em dezembro de 2021 e rendeu bônus de assinatura total de R$ 11,1 bilhões. Segundo o ministério, os investimentos previstos são de R$ 204 bilhões.

Bondade

Empresa que tem uma imagem cada vez mais hostil entre seus consumidores, a Petrobrás fez parceria com o Movimento União BR e está distribuindo vale gás para mil famílias em SC. A entrega é operacionalizada pela Ultragaz.

Sacudida

Indignado com tantos policiais militares da ativa lotados na segurança de órgãos públicos, como Tribunais, Executivo e o próprio Legislativo estadual, houve deputado que não se conteve. Afirmou: “O pessoal brinca que, na Capital , se a gente sacudir uma árvore cairão dois coronéis”.

WEG

A WEG, empresa catarinense de motores elétricos, é uma da referências nesse segmento e a nível nacional e internacional. A companhia, que possui capital aberto em bolsa, prevê investimentos acima da média em 2022. O orçamento do capital previsto para o ano é de R$ 1,5 bilhão e, desse montante, 55% está previsto para o Brasil. Em SC, a WEG tem unidades fabris em Jaraguá do Sul, Blumenau, Itajaí e Guaramirim. O foco da companhia será acompanhar as principais tendências de mercado relacionadas a energias renováveis, soluções para usinas eólicas, usinas solares, geração distribuída solar e geração de energia através da queima de biomassa e do lixo.

Geração de emprego

No mês de março, SC gerou 5.392 vagas formais de trabalho na indústria, incluindo as 2.883 da construção civil, segundo dados do Caged. No primeiro trimestre, o saldo foi positivo em 32.781, também considerando a indústria de transformação. O ano vem marcado pelo maior fomento aos bens de capital e impulso de setores como metalurgia e metalomecânica. Além disso, a construção civil continua a alavancar a geração de empregos, mas que poderia ter resultado ainda melhores se não houvesse limitações de crescimento, como as taxas de juros elevadas e custos mais altos das matérias-primas, pressionando margens. Ainda, depois de enfrentar dificuldades expressivas com escassez de semicondutores, o setor automotivo apresentou sinais de melhora nos últimos meses.

Estação 101 – Hotéis

Nas quartas-feiras no almoço, monte sua panqueca do jeito que preferir e nas quintas-feiras, à noite, festival de sopas e caldos. O Hotel Estação 101 Brusque fica no Centro, defronte a Havan. Mais informações: (47) 98900-7965.

Gol contra

Estão de mal a pior as finanças dos grandes clubes de futebol de SC. Quanto ao Joinville, se o pedido de recuperação judicial não for aceito, falirá, admitem seus dirigentes. A Chapecoense, que também está em vias de pedir recuperação judicial, tenta se salvar. Está tentando até 85% de desconto nas milionárias indenizações às famílias de vítimas da tragédia na Colômbia.

Festa

É digno de comemoração uma dos maiores avanços da pecuária catarinense, que foi a histórica conquista para o estado do status de área livre de aftosa sem vacinação, há 15 anos. Isso motivou a realização  do 5º Fórum Catarinense de Prevenção à Febre Aftosa. O estado, a partir de um sério e perseverante trabalho dos produtores rurais, das agroindústrias e do Governo, criou, manteve e aperfeiçoou um notável sistema de defesa e vigilância sanitária animal, que se tornou um paradigma nacional com reconhecimento internacional.

Mercado imobiliário

Dentro do mercado imobiliário é grande a quantidade de conflitos entre compradores e vendedores ou locadores e locatários, que acabam indo parar no Poder Judiciário. Em muitos desses casos, porém a situação pode ter sido resolvido sem a necessidade de abrir um processo com todo o desgaste e custo que isso acarreta. É justamente para evitar a via judicial que existe a possibilidade de resolver os conflitos através da mediação e da arbitragem. Ambas as modalidades podem ser aplicadas no mercado imobiliário, seja para contratos de compra e venda, seja para aluguel. A escolha da mediação e arbitragem como etapa da solução de conflitos, oferece uma série de vantagens com relação aos processos judiciais como rapidez, simplicidade, economia e a preservação das relações que podem se desgastar em um embate jurídico.

País sério?

Advogados do Grupo Prerrogativas, pleiteiam judicialmente do ex-juiz Sérgio Moro, o ressarcimento pelos “prejuízos causados à Petrobrás e pelos milhões de desempregados em razão da Operação Lava-Jato”. Cinismo, não? Foram anos de investigações, com delações premiadas, alguns bilhões de reais recuperados e uma quadrilha de ladrões na cadeia, libertados porque o inqualificácel STF tornou os processos inválidos por questiúnculas jurídicas. Se a ação vingar, estaremos provando ao mundo que, definitivamente, não somos um país sério.

Volta por cima

Não faltou emoção no Tribunal do Júri da comarca de Itapema, dia desses. Dois detentos do presídio local lá retornaram, não para sentar no banco dos réus e sim para colar grau em curso de nível superior. O mestre de cerimônias parafraseou o memorável político britânico Winston Churchil: “O sucesso não é definitivo e o fracasso não é fatal: o que importa é a coragem para seguir em frente”.

Restituição do I.Renda

A Receita Federal está disponbilizando o primeiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2022. O pagamento será creditado para um total de 3,3 milhões de contribuintes. O valor total é de R$ 6,3 bilhões. O montante será destinado a contribuintes com prioridade legal, sendo 226,9 mil idosos acima de de 80 anos, 149 mil contribuintes com alguma deficiência física ou mental, ou moléstia grave e 702,6 mil cuja maior fonte de renda seja o magistério. Além disso, o lote contempla restituições residuais de exercícios anteriores.

Barragem

Sobre a barragem de Botuverá, foi avaliado a possibilidade de se construir um aqueduto com cerca de 70 quilômetros, que viria da barragem para abastecer o município de Itajaí. No estado já há uma adutora com mais de 70 quilômetros, que é na região de Chapecó. É questão de conversar, dialogar, chamar o estado para a responsabilidade e trabalhar. O vice-prefeito de Itajaí defendeu a criação de um comitê de discussão permanente da Bacia do Rio Itajaí-Mirim, que é a fonte de água pública que abastece os municípios de Botuverá, Brusque, Itajaí e Navegantes. Todas essas cidades extraem água para seu consumo deste rio e não existe uma polícia ambiental que o fiscalize diariamente, quando temos indústrias jogando resíduos químicos, a agricultura jogando veneno nas águas e parece que não é nele que pegamos a água para nosso consumo.

Incompetência

O Parque Nacional da Serra do Itajaí, que abrange área de 573,7 km2 distribuídos entre os municípios de Ascurra, Apiúna, Blumenau, Botuverá, Gaspar, Guabiruba, Indaial, Presidente Nereu e Vidal Ramos, foi criado há 17 anos mas até agora o governo federal promoveu a indenização de apenas 1% das terras dos antigos proprietários. É muito sofrimento para esta gente, a grande maioria humilde.

Sine em Guabiruba

Desde o dia 19 último, Guabiruba implanta o Sistema Nacional de Emprego (Sine). O serviço apresenta vagas de emprego disponíveis na cidade e agenda entrevistas com possíveis empregadores. Este procedimento é oferecido gratuitamente e será feito via processo de intermediação, que implica no registro de trabalhadores, de empregadores e das vagas de emprego. É mais um serviço essencial que veio para facilitar os guabirubenses. Antes era preciso se deslocar para Brusque. Empregos em Guabiruba, neste momento, não faltam. O horário de atendimento é das 8h as 12h e das 13,30h às 17h. Para mais informações, basta entrar em contato pelo telefone WhatsApp (47) 3308-3110 ou via e-mail: [email protected]

Reinventa SC

Depois de lançar o programa Travessia para impulsionar a indústria catarinense em meio à pandemia e atingir resultados acima do esperado, a Fiesc lançou um novo programa com desafio semelhante, o Reinventa SC, para nortear os passos do setor a partir de agora. Para o presidente da entidade, os impactos da pandemia e da guerra Rússia e Ucrânia definiram nova geopolítica, com grandes oportunidades para o setor produtivo de SC. “Temos uma indústria competitiva, protagonista, que pode ser uma alternativa. A dependência danosa dos países asiáticos causou grandes transtornos para a economia mundial. Nós podemos internalizar a produção de itens que foram para a Ásia porque temos essa indústria competitiva. Também podemos ser fornecedores para outros países de produtos industrializados e de insumos”.

Quatro BIG indústrias

Para falar de reinvenção no lançamento do Reinvesta SC, a Fiesc convidou líderes de quatro grandes indústrias do Estado para que contassem o que fizeram durante a pandemia. O presidente da Whirlpool Latina America, deixou claro que para o setor de eletromésticos, a diversificação de fornecedores será fundamental. O diretor de Negócios Digitais da WEG, disse que a empresa está priorizando cinco setores: energia renovável, eficiência energética, eletromobilidade, infraestrutura e digitalização de todos esses segmentos. O presidente da Tupi afirmou que a empresa investe em projetos diferentes: reciclagem de bateriais de litio com a BMW e a USP, e em motor a hidrogênio. E o diretor de sustentabilidade da Seara Alimentos informou que a empresa investe R$ 7 bilhões.

Febratex

De volta ao calendário de eventos de Blumenau depois de quatro anos – a última edição foi em 2018 – a Febratex, uma das maiores feiras de negócios da indústria têxtil das Américas, vai precisar ampliar a Vila Germânica em 2022. É para dar conta do volume de expositores que darão as caras na cidade entre os dias 23 e 26 de agosto. Além de ocupar os quatro setores, incluindo os mezaninos, a organização do evento decidiu recorrer a pavilhões de lona e estandes do lado de fora do complexo. Pela primeira vez em 17 edições, o ginásio do Galegão também será usado para abrigar parte da programação. O diretor da empresa que organiza a feira, aposta que a edição de 2022 será a “maior Febratex de todos os tempos”. Os números prévios alimentam otimismo: 430 expositores confirmados, 2,4 mil marcas de produtos e soluções para o segmento têxtil e 72 países representados no evento. Essa grandeza evidencia um desafio para o turismo de negócios de Blumenau e região. Hoje uma feira desse porte encontra obstáculos para crescer.

Concorrência

A gaúcha Tramontina consolidou na última semana a um investimento de R$ 400 milhões em uma nova fábrica de porcelanas na cidade de Moreno (PE). No fim do ano passado, o presidente do conselho de administração da companhia disse que a escassez de fabricantes nacionais teria contribuído para a decisão. À época, o empresário frisou que “de porcelana só existiria a tradicional Schmidt, de Pomerode (SC)”.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: