- Publicidade -
17.8 C
Balneário Camboriú
Fabiana Langaro Loos
Fabiana Langaro Looshttp://fabianalangaroloos.com.br/
... é artista plástica, pinta e borda, ama as cores e as palavras, é do heavy metal e da vida.
- Publicidade -
- Publicidade -

Meyer Filho no MASC

A exposição “Arquivos Implacáveis Meyer Filho” abre nessa quinta-feira, dia 29 de setembro, às 18 horas, no MASC – Museu de Arte de Santa Catarina, em Florianópolis. A mostra faz parte da programação que celebra os 100 anos de nascimento de Ernesto Meyer Filho e acontece graças à organização e preservação de todo o legado material e imaterial por sua filha, a pesquisadora e presidente do Instituto Meyer Filho, Sandra Meyer.

Ernesto Meyer Filho, artista catarinense de grande importância na nossa região, produziu e documentou o surgimento da arte moderna em Santa Catarina. E, através dessa exposição, o público poderá conhecer as obras deixadas pelo artista em mais de cinco décadas de atuação e também fatos da trajetória que revelam os movimentos artísticos de Florianópolis, ocorridos no período de 1943 a 1991.

Além da exposição de escritos, impressos, charges, fotografias, vídeos, pinturas, desenhos e documentos, ações educativas voltadas às escolas públicas e privadas serão realizadas. Meyer Filho, através de sua obra, traz questões importantes para reflexão como as noções de local, de universo, de cultura popular e erudita, e a proximidade entre loucura e o processo artístico.

Estruturada a partir da ideia de arquipélago-sistema solar, cada ilha-planeta representa um aspecto na vida e obra de Meyer, nas esferas pessoal, artística, social, profissional, política e histórica. As ilhas-planetas ainda situam a geografia dos lugares que o artista viveu. Nascido em Itajaí, ainda criança, Meyer mudou-se com a família para Florianópolis onde permaneceu até sua morte.

É interessante perceber que seu acervo pode ser dividido em duas etapas significativas. Antes da aposentadoria, quando o artista trabalhava como bancário por necessidade de sustento financeiro devido às poucas condições de viver da arte naquela época. E, após a aposentadoria, marcada por um período de libertação. Todas as atividades oferecidas pelo projeto são gratuitas. A visitação ocorre de terça a sábado, das 10h às 20h30. Nos domingos e feriados das 10h às 19h30. Agendamento de visitas de grupos e escolas podem ser feitas por e-mail [email protected] e/ou cultura.sc.gov.br/espacos/masc/agendamento. O MASC fica localizado na Avenida Gov. Irineu Bornhausen, 5.600, na Agronômica e a exposição segue aberta até o dia 22 de janeiro de 2023.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -