- Publicidade -
18 C
Balneário Camboriú

A receptividade dos moradores de Alfredo Wagner

Olá meus amigos.

A aventura que era para ser na mata, transformou-se em experiências espetaculares com os moradores da região rural onde temos o terreno.

(Foto Marcos V. Pagelkopf)

Como pegamos vários dias de chuva, alugamos uma casinha no pé da serra próximo ao terreno com uma vista espetacular das montanhas e escarpas que rodeiam a Capital das Nascentes. O que chamou minha atenção foi a receptividade dos moradores e comerciantes da cidade e o tratamento que se dá aos visitantes.

Na farmácia que fui, o farmacêutico me atendeu e antes de pagar a conta eu estava bem mal por conta da dor e da medicação, então ele mandou que eu fosse até a padaria, que fica ao lado, tomar um café e retornar em 30 minutos para ver o resultado dos medicamentos e aí sim pagar a conta. Primeira vez que fui nessa farmácia

Outro caso foi quando fiz uma pedalada e fui comprar água, eu só tinha cartão, lá não tem sinal de internet e o dono do mercadinho deixou que eu pagasse na volta.

São coisas simples porém marcantes, o interior tem esse lado encantador de acolher qualquer pessoa. Se for relatar tudo o que ocorreu teria que fazer várias postagens, no domingo que precisamos fazer umas compras e tudo estava fechado, a dona de um mercado abriu gentilmente para nos atender e assim sucessivos fatos que mostram que o atendimento tem calor humano.

Como a chuva e uma lesão atrapalhou nossos objetivos que era acampar na mata, essas experiências marcaram nossa passagem por Alfredo Wagner.

(Arquivo Pedras Rollantes)

Outro ponto que me chamou atenção foi o número de opções de hospedagens que tem na cidade. Quando fiz primeira divulgação da cidade existia um hotel no centro, a Fazenda e Pousada Campinho e o Café no sítio Pedras Rollantes que hoje é pousada também. E por sinal recebi a informação do meu amigo Tarcísio que dia 29 deste mês Pedras Rollantes estará com as porteiras abertas para atender aos visitantes que reservarem presença, depois de vários meses fechado, para atender o café no sítio, que é uma experiência gastronômica espetacular.

Para quem gosta de sabores, e natureza em Alfredo Wagner tem um prato cheio a oferecer.

Programem-se e venham conhecer.

- Publicidade -
Marcos Vinicios Pagelkopf
Marcos Vinicios Pagelkopf
Trabalho com turismo desde 1985, já fui agente de viagens, promotor de vendas de atrativos turísticos, professor de curso de recepção municipal e de guia de turismo da Univali, consultor, palestrante e idealizador de ações como a primeira comemoração do Dia Mundial do Turismo no Brasil.
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: