- Publicidade -
20.7 C
Balneário Camboriú
Marcos Vinicios Pagelkopf
Marcos Vinicios Pagelkopf
Trabalho com turismo desde 1985, já fui agente de viagens, promotor de vendas de atrativos turísticos, professor de curso de recepção municipal e de guia de turismo da Univali, consultor, palestrante e idealizador de ações como a primeira comemoração do Dia Mundial do Turismo no Brasil.
- Publicidade -
- Publicidade -

Roteiros encantados em Santa Catarina

O deslumbramento que você sentirá ao visitar alguns dos roteiros que estão fora da rota turística catarinense irá mudar sua visão do turismo que temos aqui em Santa Catarina, exemplos são lugares como a Ilha das Bromélias em Ibirama, o Recanto da Oma em Dr. Pedrinho e a Mariota em Ascurra, onde a união dos sabores, a natureza e o calor humano proporcionam momentos de encantamentos.

O passeio até chegar na ilha de Bromélias saindo de Balneário Camboriú proporcionará uma forma de ver as ranhuras do passado e muitos casos de total preservação. Se seguir as dicas você terá uma amostra do lado cultural do estado e as transformações dos regimes políticos e sociais que passamos desde que o filósofo alemão Dr. Hermann Bruno Otto Blumenau iniciou a colônia agrícola europeia em terras catarinenses.

(Marcos V Pagelkopf)

Para isso tem que se dirigir pela rodovia Jorge Lacerda sentido Ilhota, Gaspar, e Blumenau que estão na rota do turismo convencional. Siga pela rua Bahia “pelo Gps”  até chegar no Salto Weissbach deste ponto em diante as construções estão em parte preservadas, essa via de acesso ao Vale Europeu é considerada como uma das primeiras ligações entre as colônias. Chegando em Indaial a cidade das Vitórias Régias, siga até o bairro Warnow, vale uma parada para observar as construções do início de 1900 e degustar dos deliciosos defumados feitos em Indaial.

(Marcos V Pagelkopf)

Seguindo essa rota você irá fugir do desconforto do trânsito da BR 470, após Warnow você vai estar em Apiúna, a cidade da Maria Fumaça e dos Raftings, ela faz divisa com Ibirama e Ascurra, se atravessar a BR 470, (se seguir em direção a  Ascurra você chegará na Mariota, um restaurante ao ar livre, mas a dica é seguir até Ibirama e conhecer a estação da Maria Fumaça e se planejar direito poderá até fazer um passeio nostálgico na antiga locomotiva, essa dica irei postar em outra oportunidade).

Seguindo até Ibirama a sugestão é conhecer a ilha das Bromélias que é administrada pela minha amiga Sara e a Bisa, que comanda as delícias servidas num ambiente que vai te tirar o fôlego e não a fome. 

Em Ibirama você toma banho de história e também se quiser de cachoeiras.

Nesse mesmo percurso tem outro tesouro escondido do turismo convencional, que é o recanto da Oma, estando em Indaial, seguindo até Timbó e depois Dr.Pedrinho irá chegar na Oma que dá um show de gastronomia e receptividade.

(Marcos V Pagelkopf)

Já a Mariotta faz qualquer um voltar para saborear a comida caseira que é preparada pela família, o Nêne comanda as carnes, uma delícia, sério é show mesmo, vale sentir esses sabores. 

Em Ascurra tem a vinícola Mondine e a Serra do Selim, que ficará para a próxima postagem onde irei descrever como foi a forma que o filósofo dr, Blumenau fez para dividir os reinados aqui no novo Mundo e como os Italianos chegaram na região dos Alemães aqui no Vale, então tem muita coisa ainda para se ver e se emocionar.

(Marcos V Pagelkopf)

Os encantos estão em cada olhar, não somente pelo que irás ver, mas para os mais atenciosos, eu falo do olhar das pessoas que irão te recepcionar, preste atenção nesse calor que o verão não pode nos proporcionar. 
Programem-se e venham conhecer.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -